Entrevista exclusiva com Nélida Piñón


Como pessoa que ama a boa literatura, sinto- me realizada e feliz por ter conseguido entrevistar a maior escritora do Brasil, sob o meu critério. Ela falou coisas belíssimas, que vou guardar sempre.

A entrevista foi feita para a Revista BrazilcomZ da Espanha e pode ser lida, na íntegra, na plataforma Issuu: clica aqui.

nelida

E teve Os Paralamas também! Espero que vocês se emocionem como eu.

Anúncios

Paulo Miklos é Adoniran Barbosa


Será que preciso apresentar Adoniran Barbosa e Paulo Miklos? Na dúvida, apresento sim:

Adoniran Barbosa (Valinhos, 06/08/1910 – São Paulo, 23711/1982 ) é um dos mais cantados compositores da Música Popular Brasileira, sua especialidade era o samba. O samba paulistano que eu adoro, o samba- canção, chorinho, o samba irrevente, divertido e inocente ao mesmo tempo. Quem não conhece “Trem das onze” ou “Ronda”, por exemplo? (duas das minhas favoritas). Adoniran também era ator. Esse leonino (como eu), se vivo fosse, teria feito ontem 105 anos. Sua única filha, Maria Helena Rubinato,  é tradutora, professora e cronista no Blog do Noblat desde 2005, veja.

Leia o post completo lá no PalomitaZ, o nosso blog de cinema!

11822428_828342670619404_4693366782847595948_n

O Falando em Literatura virou tinta e papel: estreia na Revista BrazilcomZ


É pessoal, o Falando virou tinta e papel! O primeiro convite da Revista BrazilcomZ foi para escrever o blog sobre cinema, “PalomitaZ”, que começou no dia 30 de janeiro (gracias, Luzie!). Depois o convite estendeu- se à revista impressa, uma coluna mensal sobre literatura, que também chama “Falando em Literatura”. Muito bom poder levar um pouco do blog a outro tipo de público e em formato impresso. O primeiro artigo saiu nesse mês de abril, descontraído e em tom de humor: Você sofre de bibliofilia?

11121775_437832839705615_813321799679638233_n

10290639_437832786372287_2427561969853199121_n

E para arrematar, o pessoal da revista (Renata Barbalho, diretora e João Compasso, o editor) decidiu mudar de última hora a matéria de capa desse mês, por conta da participação do nosso editor no Big Brother Vip da Espanha. Ele entrou por alguns dias para enganar os participantes da casa (todo o público sabia), em um falso intercâmbio com os brothers do Brasil. E lembraram de mim para escrever o artigo. Se eu aceitei? Na hora! Honrada e agradecida pela oportunidade. Está aí, o moço bonito é o João Compasso, um big brother além da tela da tv. João, além de editor da BrazilcomZ, é advogado e ator. Mas não só: ele é muito solidário, criou o Silent Voices junto com Fábio Nilo, um projeto que visa ajudar pessoas, principalmente crianças, abandonadas na África e Ásia. Eles já foram voluntários em ambos continentes e fizeram coisas incríveis. Dá uma olhada no site dos meninos- Lá também você pode contribuir com ajuda financeira ou de outro tipo.

11133736_437832949705604_1888647115050055863_n

Estreia em grande estilo, matéria de capa!

11096404_437832646372301_7949016354902659054_n

O projeto Silent Voices

Aonde tem brasileiro na Espanha, tem a revista BrazilcomZ. Você pode encontrá- la gratuitamente no consulado do Brasil, em vários comércios e associações de brasileiros. Mas você que está fora da Espanha também pode ler a revista impressa de um modo virtual, clica aqui e conheça os brasileiros que andam fazendo e acontecendo na terra de Cervantes! Ah, e a revista tem duas capas, a contra- capa é na verdade, o ínício da revista em espanhol, espaço reservado também para os hispano- falantes.

O CINEMA E A VIDA: IMIGRAÇÃO, RACISMO, FANTASIA E A REALIDADE


Só um trechinho do post que sai todas as sextas- feiras no meu outro blog sobre cinema:

209765.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Samba, um filme corajoso de Eric Toledano e Olivier Natake, que mostra a imigração do lado de lá, do lado que muita gente prefere ignorar, porque não interessa ou incomoda. Corajoso porque humaniza aquele sujeito que está escondido, marginalizado, coloca no palanque aquele que nunca tem voz nessa França (metade conservadora), que prefere fechar as fronteiras e expulsar essa gente “colorida”, que ocupa seus espaços e que eles não se interessam em conhecer. O racismo real, presente e verdadeiro que existe, não só na França, como na Espanha e toda a Europa. Os guetos formam- se por isso, porque os governos permitem a segregação racial e porque os imigrantes estão sozinhos, precisam de companhia. No exterior, a nossa família são os amigos que encontramos e espero que no seu grupo de amigos exista gente de todas as raças e nacionalidades.

Leia o post na íntegra: Palomitaz, na Revista Brazil com Z.

A famosa Charlie Hebdo nº 1178


republique-francaise

Demorei para escrever sobre a Charlie, que continua firme depois da tragédia sofrida. A revista francesa Charlie Hebdo foi alvo de um covarde atentado terrorista no último dia 7 de janeiro com 12 pessoas falecidas. A maioria dos componentes do jornal foram vítimas, inclusive o editor da revista Stéphane Charbonnier, o Charb.

Ao contrário do que os radicais islamistas imaginaram, os sobreviventes não se intimidaram. Lançaram a edição habitual da revista só que com uma tirada de 7 milhões de exemplares, em 17 idiomas e foi distribuída em vários países. A edição 1178 será vendida até 10 de março, enquanto isso a redação está se recompondo da tragédia:

10424291_411912288964337_1488784730283618010_n

A Charlie Hebdo é uma revista satírica, que debocha das ações alheias. Não inventa nada gratuitamente. Se a Charlie fala sobre algum tema, tenha certeza que o “alvo” deu motivo para isso. As pessoas interpretam de maneira equivocada, chocam- se com as charges da capa, mas não procuram entender a motivação das mesmas e acusam a revista de racista ou que não tem respeito pelas religiões. Nada disso. O brasileiro caiu na onda do “Eu não sou Charlie”, por ignorância, por desconhecer os fatos. Quando a Charlie colocou a ministra francesa como macaca, foi um ataque ao partido nacionalista francês, que colocou na sua revista a ministra e ofereceu- lhe uma banana. Ao contrário do que muitos pensaram, a capa da Charlie denunciou o partido Front National, esse sim racista. Leia este artigo muito bom, explica essa história com detalhes. Algo parecido acontece com as charges religiosas.

A Charlie desenhou uma suposta santa trindade em posição sexual. A capa foi feita na época da discussão do casamento homossexual na França, a Igreja foi contra e na mesma época surgiram vários escândalos de padres homossexuais dentro da instituição, casos sabidos e consentidos. A charge foi para denunciar a hipocrisia da Igreja. Há muitas reportagens e notícias no exterior sobre padres, bispos e freiras homossexuais, curiosamente em português não existe quase nada.Tema tabu no Brasil. Ou será que no Brasil não há gays na igreja?

O mesmo com a religião islâmica, que comete absurdos e atrocidades em nome de Alah, Maomé. Os radicais acreditam que matar lhes garantirá um lugar num paraíso cheio de virgens. Como não fazer piada com isso?! Seria engraçado se não fosse trágico.

Veja o interior da edição pós- ataque terrorista:

1504991_411912188964347_6986014770479694709_n 1560743_411912222297677_6805075198423729545_n 10978655_411912238964342_485364690994976324_n 11001740_411912272297672_9177137501441138731_n

As pessoas e instituições é que dão material para as revistas de humor. O absurdo da vida transformado em sátira. Je suis Charlie!

A Revista Brazil com Z


A revista Brazil com Z (fundada pela jovem empreendedora brasileira Renata Barbalho, que também tem uma empresa de legalização de documentos em Madrid, “Espanha fácil, “) veio esse mês com uma capa que recorda à Charlie Hebdo, do cartunista Zappa, faz alusão ao terrorismo no mundo e no próprio Brasil com tanta violência.

10417775_407653016056931_4621227257239918466_n

renata

Renata destaca no editorial a reportagem sobre o retorno dos brasileiros à Espanha. Recomeçou o fluxo migratório, já que a Espanha começou a recuperar a sua economia, enquanto no Brasil houve retrocesso e estagnação.

A revista é generalista, trata de política, sociedade, moda, arte e cultura, entrevistas com personalidades e com brasileiros residentes na Espanha. É bastante informativa e nos serve de guia, conhecemos os comércios e serviços oferecidos por brasileiros na Espanha.

1456613_407640532724846_2278305455694535120_n 1512408_407640666058166_7808592003360788676_n 10941128_407640582724841_1958545534281461169_n

Não esqueça de ler o meu blog Palomitaz lá na Brazil com Z, tem post novo hoje sobre a minha série favorita “The Big Bang Theory!