Resenha: Flores tardias (Late bloomers), de Brendan Gill

Livro é uma coisa que me deixa muito feliz. Vou mostrar uma joinha que encontrei perdida “no tempo”. Nunca é tarde para tentar, recomeçar, ir atrás do que você deseja, e digo sem hipocrisia, eu acredito mesmo nisto. Não existe uma idade determinada para as coisas acontecerem, cada sujeito é único e tem seu tempoContinuar lendo “Resenha: Flores tardias (Late bloomers), de Brendan Gill”