Foi você quem disse, Drummond?! Quiz!

O que você sabe sobre um dos maiores escritores modernistas do Brasil? O mineiro Carlos Drummond de Andrade nos deixou uma obra preciosa e que vale a pena ser lida e relida. Preparei um quiz rápido, sete perguntas para você … Continuar lendo Foi você quem disse, Drummond?! Quiz!

114 anos de Carlos Drummond de Andrade

No próximo dia 31 de outubro, o escritor mineiro de Itabira, completará 114 anos de nascimento. Jornalista,  funcionário público, poeta, contista e cronista, Drummond deixou uma marca forte e inexorável na literatura brasileira. Não entrou para a Academia Brasileira de Letras, … Continuar lendo 114 anos de Carlos Drummond de Andrade

Entrevista com o poeta Lúcio Autran (filho de Autran Dourado)

Para quem ainda não sabe, eu escrevo uma coluna literária (também chamada “Falando em Literatura”) na revista BrazilcomZ (impressa) na Espanha e que também pode ser lida online nesse link aqui (veja). A matéria de capa é sobre um debate polêmico, … Continuar lendo Entrevista com o poeta Lúcio Autran (filho de Autran Dourado)

“Quarto de despejo”, de Carolina de Jesus- o Brasil de ontem e hoje

A escritora mineira Maria Carolina de Jesus (1914 – 1977)  “1 de Julho… Eu percebo que se este diário for publicado vai maguar muita gente. 18 de Julho… levantei as 7 horas. Alegre e contente. Depois veio o aborrecimentos. (…) … Continuar lendo “Quarto de despejo”, de Carolina de Jesus- o Brasil de ontem e hoje

Resenha: “Grande Sertão: veredas”, João Guimarães Rosa, no dia da morte do escritor

Eu quase que nada não sei. Mas desconfio de muita coisa.( p. 30) Eu também desconfio de muita coisa, até dessa incrível “coincidência”, postar ao acaso essa resenha (cheia de “anotamentos”) justo hoje: data do falecimento de Guimarães Rosa. A … Continuar lendo Resenha: “Grande Sertão: veredas”, João Guimarães Rosa, no dia da morte do escritor

Escritor brasileiro contemporâneo: Darlan de Matos Cunha

Nem todos os escritores têm a facilidade da palavra. Parece uma sentença absurda em se tratando justamente disso, de escritores. Muitos trabalham muito para escolher a palavra certa, a metáfora justa, a emoção correta. Não é o caso do escritor mineiro Darlan de Matos Cunha, filho de Maria José Matos Cunha e Elviro Ferreira Cunha, onde as letras escorregam fácil e explodem em textos ricos em figuras e imagens, tanto na prosa como na poesia. Ele tem editado um livro: “Esboços e Reveses: O Silêncio”  (Câmara Brasileira de Jovens Escritores, Rio de Janeiro, 2004)  escrito em tao só quatro dias … Continuar lendo Escritor brasileiro contemporâneo: Darlan de Matos Cunha