Resenha: “A República dos Sonhos”, de Nélida Piñón

– Cuidado, Eulália, desconfie das palavras. Elas tanto afirmam quanto desdizem. E isto por conta da nossa vaidade. ( p.14) Ler “A república dos sonhos” é ler uma vida inteira. É ler a saga de uma família, três gerações. É ler a história do Brasil, sua política, usos e costumes. É desvendar o sentimento imigrante nãoContinuar lendo “Resenha: “A República dos Sonhos”, de Nélida Piñón”

O derradeiro livro de Eduardo Galeano: “Mulheres”

Culto não é aquele que lê mais livros. Culto é aquele que é capaz de escutar o outro. (Eduardo Galeano) Acabou de sair do forno, não deu tempo ou não quiseram mesmo mudar a biografia do autor e acrescentar a data do falecimento. Quatro anos depois de “Os filhos dos dias”, acabaram de lançar na EspanhaContinuar lendo “O derradeiro livro de Eduardo Galeano: “Mulheres””

Resenha: Balada da infância perdida, de Antônio Torres

O meu pai não veio e não virá jamais. Odeia todas as cidades, sem distinção de tamanho, situação geográfica, renda ‘per capita’ ou densidade populacional. Diz que são invenções do diabo. Elas roubaram todos os seus filhos. (p.7) Ler Antônio Torres é ler o insondável. Encontrei alguns elementos surpreendentes nessa narrativa do grande mestre AntônioContinuar lendo “Resenha: Balada da infância perdida, de Antônio Torres”

O livro que vai mudar a sua vida

Primeiro: vença a preguiça e a ideia de que “não gosta de ler”. Todo benefício exige um mínimo de esforço e vontade. Se você não gosta do que está recebendo e não faz nada, tudo vai continuar igual. Pensamento e ação! Os livros são muito inspiradores e cheios de ideias que podem servir para você, podemContinuar lendo “O livro que vai mudar a sua vida”