Vinte dicas de livros para o Natal, “whish list”.

Quer presentear (ou receber) livros de Natal e não sabe qual escolher? Então segue uma lista de livros com edições incríveis, especiais, para agradar todos os gostos. Todos eles você pode comprar online: Da Livraria Cultura (Brasil) selecionei esses boxes e edições especiais: … Continuar lendo Vinte dicas de livros para o Natal, “whish list”.

A livraria Lello no Porto, a do “Harry Potter”

Voltando das férias com novidades! Visita a uma das livrarias mais lindas do mundo e outra visita a uma das cafeterias mais lindas do mundo, que têm algo em comum, além da beleza, leia: A livraria Lello e Irmão (1919), na … Continuar lendo A livraria Lello no Porto, a do “Harry Potter”

Sete anos do Falando em Literatura na Feira do Livro de Madri

O nosso Falando em Literatura começou há 7 anos com o nome de “A última flor do Lácio”. Surgiu como um blog para os meus alunos de português na Espanha, para que eles praticassem o nosso idioma. Depois transformou- se, … Continuar lendo Sete anos do Falando em Literatura na Feira do Livro de Madri

Livrarias de Madri (2): “La Central de Callao”

A primeira livraria La Central foi inaugurada em Barcelona em 1995 e foram abertas mais cinco lojas, duas em Barcelona e três em Madri. A de hoje fica no centro, no bairro Callao em uma casa- palácio de 1.200 m2, possui mais de … Continuar lendo Livrarias de Madri (2): “La Central de Callao”

Resenha: “Alabardas”, o último livro de José Saramago

Alabardas, alabardas, espingardas, espingardas está aqui na mão, acabou de sair do forno pela Porto Editora, o último romance inacabado do escritor português José Saramago (Azinhaga, 16/11/1922 – Lanzarote, 18/06/2010). Esse livro entrou nas livrarias de Portugal hoje, mas eu já o tinha … Continuar lendo Resenha: “Alabardas”, o último livro de José Saramago

Clube de leitura do Falando em Literatura

Buscando uma forma mais dinâmica e interativa com todos vocês, quero fazer uma proposta aos leitores do Falando em Literatura: um clube de leitura onde possam fazer parte de todo o processo leitura- resenha. Essa é uma forma também de … Continuar lendo Clube de leitura do Falando em Literatura

Resenha: Vidas provisórias, Edney Silvestre

Sabe aquele cara competente e bonitão da Globo, voz linda, jornalista consagrado e conhecido por todos? Sim, esse mesmo, Edney Silvestre ou Edney Célio Oliveira Silvestre (Valença, Rio de Janeiro, 27 de abril de 1950). Edney também é um baita escritor de ficção, talvez … Continuar lendo Resenha: Vidas provisórias, Edney Silvestre

Resenha- Marcel Proust: la memoria recobrada, de Patrícia Mante- Proust

A sobrinha de Marcel Proust, Patrícia Mante- Proust, lançou em 2012 (edição espanhola) um livro- álbum belíssimo com fotos inéditas de toda a sua família, amigos, amores, lugares, mas claro, com especial ênfase ao tio famoso. No livro podemos ver … Continuar lendo Resenha- Marcel Proust: la memoria recobrada, de Patrícia Mante- Proust

Diálogo com o século XXII

Nós estamos (pelo menos eu estou) em uma profunda reflexão sobre o que passou na história da literatura e sobre o que está acontecendo agora. Qual é a nossa história? O que estamos “cozinhando” nesse momento? Quais as dimensões e … Continuar lendo Diálogo com o século XXII

1º Dia da Feira do Livro de Madri: Luis Goytisolo e Antonio Colinas

As feiras de livros são oportunidades valiosas para conhecer nossos ídolos literários, trocar algumas palavras e “sentir” como é o autor. E dependendo do escritor, esse contato direto com o leitor não lhe beneficia em nada. Foi o caso de Lucía Extebarría em … Continuar lendo 1º Dia da Feira do Livro de Madri: Luis Goytisolo e Antonio Colinas

Escritores do mundo (2): Leonard Cohen (Canadá)

Leonard Cohen (Montreal, 1934) é um escritor e músico canadense de origem polaca, mais conhecido no mundo da música, embora venha publicando livros desde 1956. Em 2011 ganhou o importante prêmio Príncipe de Astúrias das Letras na Espanha. Um livro interessantíssimo e que anda na minha cabeceira é o “Livro do desejo”. A obra é poética e cheia de desenhos, uma mistura que adoro. Esse livro demorou 20 anos para ficar pronto. Impressiona! A pena é que a tradução dessa edição seja ao português de Portugal e sem a correção para a nova ortografia, tudo estranho, expressões como “fui dar uma … Continuar lendo Escritores do mundo (2): Leonard Cohen (Canadá)