Em quantos países se fala o português?

Se você tem o português como idioma nativo, você deveria saber responder esta pergunta: em quantos países o português é falado? Soube responder? Parabéns! Já você que pensa que a nossa língua é coisa só de portugueses e brasileiros: aprender … Continuar lendo Em quantos países se fala o português?

Leitura: “Estatuto do amor”, de Nélida Piñón

Está acontecendo um movimento literário mundial de leitura de textos e eu não quis ficar de fora. Escolhi para o primeiro #leituraemcasa do Falando em Literatura, um muito emocionante e forte (eu sempre choro quando leio): “Estatuto do amor”, de … Continuar lendo Leitura: “Estatuto do amor”, de Nélida Piñón

O Falando em literatura vai mudar!

Porque mudanças são necessárias…livros sim, mas também imigração, opinião, lifestyle, viagens, e o que nos ocorrer. Feliz 2020! Continuar lendo O Falando em literatura vai mudar!

PDF grátis: “Paisagens sígnicas: uma reflexão sobre as artes visuais contemporâneas”

Um bom livro que reflete sobre as artes contemporâneas sob várias perspectivas: histórica, semiótica, filosófica, que serve como introdução às artes. Possui uma boa bibliografia para ajudar na sua pesquisa. A publicação é da Universidade Federal da Bahia. Então segue … Continuar lendo PDF grátis: “Paisagens sígnicas: uma reflexão sobre as artes visuais contemporâneas”

“A expulsão do diferente”, do filósofo Byung- Chul Han

O filósofo sul-coreano Byung- Chul Han (Seul, 1959), foi um grato descobrimento. O autor fala sobre problemas dos nossos dias e eu acabei fazendo uma reflexão sobre alguns deles. Ele começa dizendo em “La expulsión de lo distinto” (“A expulsão do … Continuar lendo “A expulsão do diferente”, do filósofo Byung- Chul Han

Você sabe qual foi a primeira gramática da língua portuguesa? (PDF grátis!)

Para os amantes “da última flor do Lácio”, deixo aqui o PDF da primeira gramática da língua portuguesa, uma joia escrita há 482 anos por Fernão de Oliveira (1507-1581), nascido em Aveiro, terra dos meus ancestrais. Viveu muito para o … Continuar lendo Você sabe qual foi a primeira gramática da língua portuguesa? (PDF grátis!)

Resenha: “Adágios”, de José Vieira, pseudônimo de Teresa Vieira Lobo  

Por Gerson de Almeida Teresa Vieira Lobo, jovem autora nascida no final dos anos 80, “numa pequena localidade chamada Gaula, terra de amoras, padres, doutores e adelos”, é um dos novos expoentes da moderna literatura portuguesa. Além de escrever contos e romances, é colaboradora da … Continuar lendo Resenha: “Adágios”, de José Vieira, pseudônimo de Teresa Vieira Lobo  

Resenha: “O seminarista”, de Bernardo Guimarães #RevisitandoOsClássicos #1

“Crescent illae, et vos crescentis, amores” (“As árvores hão de crescer, e com elas haveis de crescer vós, meus amores” – Virgílio citado na p. 88) Aqui começa uma série: Revisitando os Clássicos Brasileiros. O que significa? São livros que … Continuar lendo Resenha: “O seminarista”, de Bernardo Guimarães #RevisitandoOsClássicos #1

Resenha: “A queda”, de Albert Camus

 “A queda” (1956), do francês Albert Camus, pegou- me logo por causa da primeira frase do livro: Posso oferecer- lhe os meus serviços, meu caro senhor, sem me tornar inoportuno? (p.7) Um livro que começa dessa forma para mim é … Continuar lendo Resenha: “A queda”, de Albert Camus

Sorteio 10 mil fãs! Dez livros pra vocês!

Lá no nosso Facebook, passamos dos 6700 fãs. Ahhhhh…que pouquinho! Queremos atingir os 10.000, demorou! E quando atingirmos essa meta, vai ter sorteio de 10 super títulos, literatura brasileira, portuguesa, francesa e mais, veja: Desculpem a letra desgraçada, deu pra … Continuar lendo Sorteio 10 mil fãs! Dez livros pra vocês!

Xícaras literárias da Vista Alegre, porcelana portuguesa

A fábrica portuguesa de porcelanas Vista Alegre é uma das mais famosas e prestigiosas do mundo. A fábrica (1920) fica na cidade de Ílhavo (Aveiro) e suas peças estão espalhadas pelo mundo todo, expostas em museus e usadas pela realeza. No entanto, … Continuar lendo Xícaras literárias da Vista Alegre, porcelana portuguesa

“A metade indivisível”, crônica do escritor português António Vilhena

Falar de amor parece fácil, mas é bem o contrário. Existe muita literatura a respeito, tanto em prosa quanto em verso, e às vezes, parece que pouco mais há para ser dito. Engano. O amor (ou o desamor) sempre será fonte de inspiração na literatura. … Continuar lendo “A metade indivisível”, crônica do escritor português António Vilhena

Dez escritores que participarão da Feira do Livro de Madri 2015

Preparando a barraca para acampar nos 14 dias da Feira do Livro de Madri. Vamos?! Com exagero e tudo, são os dias para aproveitar e conhecer pessoalmente autores que admiramos e também conhecer os novos; muita gente zanzando pelos 368 … Continuar lendo Dez escritores que participarão da Feira do Livro de Madri 2015