Resenha: “O seminarista”, de Bernardo Guimarães #RevisitandoOsClássicos #1

“Crescent illae, et vos crescentis, amores” (“As árvores hão de crescer, e com elas haveis de crescer vós, meus amores” – Virgílio citado na p. 88) Aqui começa uma série: Revisitando os Clássicos Brasileiros. O que significa? São livros que … Continuar lendo Resenha: “O seminarista”, de Bernardo Guimarães #RevisitandoOsClássicos #1

Como inspirar pessoas que não gostam de ler

Conviver com pessoas que não gostam de ler pode ser um incômodo e provocar um conflito de interesses. O ideal é trazê- las para “o lado da luz”. Além do desafio, pode ser uma tarefa árdua inspirá- las a gostar de livros e de leitura, escolher o … Continuar lendo Como inspirar pessoas que não gostam de ler

O poder da alegria, do filósofo Frédéric Lenoir

A natureza nos avisa mediante um signo preciso de que alcançamos nosso destino. Esse signo é a alegria. (Bergson) Esse livro não se vende como auto- ajuda, embora possa ajudar muita gente. O autor nos convida a conhecer a alegria verdadeira … Continuar lendo O poder da alegria, do filósofo Frédéric Lenoir

Bibliotecas incendiadas: os livros são um perigo?

“Biblioclasta” é o termo utilizado para designar quem não respeita e destrói livros. Na história mundial, há muitos casos de incêndios criminosos em bibliotecas. Esses ataques visam o terror e a destruição, normalmente, de um patrimônio de valor incalculável. São motivados por … Continuar lendo Bibliotecas incendiadas: os livros são um perigo?

Uma ode à liberdade: “Trova de vento que passa”, de Manuel Alegre

O escritor e político português Manuel Alegre (Águeda, 12/05/36) faz parte do Partido Socialista português e foi opositor do ditador fascista António de Oliveira Salazar que durou 41 anos. O escritor ficou exilado na Argélia durante todo o período da ditadura … Continuar lendo Uma ode à liberdade: “Trova de vento que passa”, de Manuel Alegre

Voltando…primeiro post de 2017!

Resenha do livro “Histórias da Terra e do Mar, de Sophia de Mello Breyner Andresen. Continuar lendo Voltando…primeiro post de 2017!

Falando em Literatura…férias!

Devido à intensa atividade pessoal/profissional no ano de 2016 dessa blogueira que vos fala, não foram postadas todas as resenhas que eu pretendia para esse ano. Li muito, mas de forma desordenada, fragmentada, há vários rascunhos que pretendo terminar depois das férias. … Continuar lendo Falando em Literatura…férias!

O 7º encontro “Falando em Literatura…” em Madri

Poesia é voar fora da asa. (Manoel de Barros) Aconteceu na última quarta- feira, 07/12/2016, a sétima oficina “Falando em Literatura…”. A estrela foi o poeta Manoel de Barros, com sua poesia irretocável. O escritor faleceu em 2014, aos 97 … Continuar lendo O 7º encontro “Falando em Literatura…” em Madri

Veja como foi a VI Oficina “Falando em Literatura…”

O tempo voa depressa! Já aconteceu a VI Oficina Falando em Literatura… O tema? “Os melhores contos de Lima Barreto- Elementos fundamentais para a construção de um conto”. A resenha dos melhores contos está aqui. A falta de reconhecimento no … Continuar lendo Veja como foi a VI Oficina “Falando em Literatura…”

Falaremos de Lima Barreto hoje em Madri

O grande escritor carioca Lima Barreto é o tema da nossa oficina literária de hoje na Casa do Brasil, de 19-21h. As oficinas “Falando em Literatura” fazem parte do projeto do Itamaraty de difusão da língua e cultura brasileira no exterior. … Continuar lendo Falaremos de Lima Barreto hoje em Madri

Veja como foram as oficinas dessa semana (vídeos e fotos)

Na última terça- feira, tivemos a oficina sobre Nélida Piñón e ontem (quinta) aconteceu a oficina sobre Machado de Assis na Casa do Brasil. Veja o vídeo- depoimento de Deborah Cole, que participou de TODAS as oficinas até agora: A … Continuar lendo Veja como foram as oficinas dessa semana (vídeos e fotos)

Sim, nós falamos de amor: II Oficina Falando em Literatura

Falar de amor em tempos de cólera é necessidade. É antídoto para a desesperança, para a dor. É o único caminho. Amor- próprio, amor ao outro, amor à família, amor à natureza, à literatura, à música, às artes, ao belo. A tudo … Continuar lendo Sim, nós falamos de amor: II Oficina Falando em Literatura

A carta- despedida do poeta suicida Vladimir Maiakovski

O poeta e dramaturgo Vladimir Maiakovski (Georgia – antes Rússia-, 07/06/1893- Moscou, 14/04/1930) escreveu uma carta-despedida e suicidou- se com um tiro. Vladimir Maiakovski Transcrevo a carta*: A todos Ninguém é culpado da minha morte e, por favor, nada de fofocas. Ao … Continuar lendo A carta- despedida do poeta suicida Vladimir Maiakovski