The Consciousness Effect: Representation of Subjectivity in Virginia Woolf’s To the Lighthouse and James Joyce’s Ulysses

Falando em Literatura in english? Yes! Elton Uliana‘s article, he’s Brazilian, bachelor of English Literature from University Birkbeck College, University of London. Enjoy! The Consciousness Effect: Representation of Subjectivity in Virginia Woolf’s To the Lighthouse and James Joyce’s Ulysses  A sudden … Continuar lendo The Consciousness Effect: Representation of Subjectivity in Virginia Woolf’s To the Lighthouse and James Joyce’s Ulysses

Sobre as traduções de “Ulisses”, de James Joyce

A tendência brasileira à “totemização” começou como uma febre. Febrezinha tratável, algo normal se tratando do país onde brotam mais celebridades do que bandos de refugiados em caminhões pela Europa. Com o passar do tempo tornou-se necessário um estudo patológico … Continuar lendo Sobre as traduções de “Ulisses”, de James Joyce

Clube de Leitura: “Dublinenses”, de James Joyce por Teorema dos Sonhos (Lotthar Vlozian)

Fico feliz com a participação dos leitores do blog. Uma resenha muito boa, num tom poético, com várias conclusões pessoais, leia: James Joyce Resenha do livro Dublinenses de James Joyce por teorema dos sonhos (Lotthar Vlozian) A morte, uma lembrança … Continuar lendo Clube de Leitura: “Dublinenses”, de James Joyce por Teorema dos Sonhos (Lotthar Vlozian)

Clube de Leitura: “Dublinenses”, de James Joyce, por Ronaldo Sérgio

Uma resenha do nosso Clube de Leitura enviada por Ronaldo Sérgio do blog Rancho das Crônicas. Ele fez uma resenha pessoal, mostrando as suas sensações ao ler “Dublinenses”, de James Joyce. A resenha é positiva, gostou dos contos. Leia: James Joyce, … Continuar lendo Clube de Leitura: “Dublinenses”, de James Joyce, por Ronaldo Sérgio

Clube de Leitura: o livro do mês de outubro e uma dor

Enquanto eu escrevia o último post que fala sobre vida, nascimentos, meu pai fez a passagem repentinamente no Brasil, hoje faz seis dias. Não tenho muito ânimo, estou vivendo os dias mais tristes da minha vida, mas vim aqui deixar a … Continuar lendo Clube de Leitura: o livro do mês de outubro e uma dor

Virgínia Woolf também não gostou de “Ulisses”, de James Joyce

Eu fico extremamente irritada quando algum intelectual (ou pseudo- intelectual) insinua que não sou uma boa leitora porque não gosto de Ulisses. Eu respeito que eles gostem do livro, mas eles  não aceitam uma opinião contrária, um ponto- de- vista diferente, porque já têm uma visão tendenciosa e “maria-vai-com-as-outras”. A onda de que “Ulisses é genial” está arraigada e nenhuma opinião contrária é válida, é considerada inferior. Mas muitos desses defensores ferozes, devem ter lido muita crítica mastigada para emitir suas opiniões 100% inconsistentes. Até agora nenhum desses pseudos conseguiu emitir uma crítica válida sobre a obra. Corto um dedo … Continuar lendo Virgínia Woolf também não gostou de “Ulisses”, de James Joyce