Resenha: “O Buda dos subúrbios”, de Hanif Kureishi

Um dos melhores livros lidos este ano: “O Buda dos subúrbios”, obra clássica contemporânea do inglês Hanif Kureishi. Eu já li outros dois livros do autor “A última palavra” e “Intimidade”, sugiro que você coloque este autor na sua lista … Continuar lendo Resenha: “O Buda dos subúrbios”, de Hanif Kureishi

Resenha: “Os pilares da terra”, do inglês Ken Follett

Eu tenho formação acadêmica em Letras, o que ajuda a olhar a literatura de uma forma  profissional e crítica, observando elementos artísticos, técnicos e de estilo, que podem passar despercebidos para muitos leitores; mas minha aversão aos best- sellers não … Continuar lendo Resenha: “Os pilares da terra”, do inglês Ken Follett

Resenha: “Sobre a seleção natural”, de Charles Darwin

Sempre leia o original. Claro que você pode e deve ler ensaios, resenhas e estudos sobre, mas são opiniões, textos que já foram mastigados por outros. Você tem que mastigar também o texto original. A leitura influenciada pela opinião alheia … Continuar lendo Resenha: “Sobre a seleção natural”, de Charles Darwin

The Consciousness Effect: Representation of Subjectivity in Virginia Woolf’s To the Lighthouse and James Joyce’s Ulysses

Falando em Literatura in english? Yes! Elton Uliana‘s article, he’s Brazilian, bachelor of English Literature from University Birkbeck College, University of London. Enjoy! The Consciousness Effect: Representation of Subjectivity in Virginia Woolf’s To the Lighthouse and James Joyce’s Ulysses  A sudden … Continuar lendo The Consciousness Effect: Representation of Subjectivity in Virginia Woolf’s To the Lighthouse and James Joyce’s Ulysses

Escrita com estilo: Mont Blanc, edição escritores

A famosa empresa Mont Blanc, fundada há 106 anos por dois alemães, criou uma linha de canetas e penas homenageando os escritores Honoré de Balzac (Tours, 20/05/1799 – Paris, 18/08/1850) e Daniel Defoe (Londres, 10 de outubre de 1660 – Londres; … Continuar lendo Escrita com estilo: Mont Blanc, edição escritores

Lewis Carroll sob suspeita, as duas Alices

Hoje é a data da morte do escritor, matemático e fotógrafo inglês Lewis Carroll. Seu nome de batismo era Charles Lutwidge Dodgson, nasceu em Daresbury em 27 de janeiro de 1832 e faleceu de uma pneumonia em Guildford no dia 14 de Janeiro de 1898. Filho de um reverendo da igreja anglicana, estudou Matemática em Oxford, trabalhou na universidade como professor. A polêmica e desconfiança rondam o nome do escritor, porque ele andava sempre rodeado de crianças e as fotografava nuas. Ele adorava fazer truques de magia, contar histórias para elas, daí a aparição do livro “Alice no País das Maravilhas”, inspirado na filha do reverendo e escritor Henry George Liddell, … Continuar lendo Lewis Carroll sob suspeita, as duas Alices