O Falando em literatura vai mudar!

Porque mudanças são necessárias…livros sim, mas também imigração, opinião, lifestyle, viagens, e o que nos ocorrer. Feliz 2020! Continuar lendo O Falando em literatura vai mudar!

“Multiculturalismo, fantástico poema de Pedro Lyra

Não é racismo preservar a própria cultura e defender os próprios costumes e estilo de vida no país em que nascemos. Quem chega é quem tem que integrar- se e não o contrário. Podemos aprender muito com o outro, com … Continuar lendo “Multiculturalismo, fantástico poema de Pedro Lyra

Resenha: “Pelo fundo da agulha” de Antônio Torres

Pelo fundo da agulha (1ª edição em 2006, 4ª edição em 2014) é o terceiro livro da trilogia junto com Essa Terra e O cachorro e o lobo. A saga de Totonhim continua, o nordestino que foi embora para São Paulo aos … Continuar lendo Resenha: “Pelo fundo da agulha” de Antônio Torres

O imigrante e a perda de identidade

Ser imigrante não é fácil. Você pensa o contrário? Então vou te contar um pouco. Você chega em outro país com idioma, costumes, tradições, clima, geografia, idiossincrasias que não são os seus. E vai ter se adaptar, ou isso, ou … Continuar lendo O imigrante e a perda de identidade

Feira do Livro de Madri 2010

Para quem gosta de literatura, livros e escritores, as feiras de livros podem ser passeios emocionantes. Sob um agradável sol de primavera, uma multidão de pessoas passeiam pelos “stands” ou “casetas”, como falam os espanhóis, armados no belo Parque del Retiro. A Feira do Livro de Madri, em sua 69ª edição, faz uma homenagem à literatura nórdica, com a presença do consagrado escritor norueguês Jostein Gaarder (“O mundo de Sofia”), que autografou o seu último livro “El castillo de los Pirineos” (“O castelo dos Pirineus”). Na foto abaixo, Gaarder assinando o meu livro, edição brasileira de “O mundo de Sofia”( … Continuar lendo Feira do Livro de Madri 2010

O lugar do imigrante na Espanha: o último da fila

A maioria dos imigrantes na Espanha trabalha em serviços que os espanhóis não querem  fazer: nas colheitas, matadouros e na construção civil, além de serviços de limpeza, o cuidado de pessoas idosas, doentes ou crianças; portanto, a imigração nunca tirou emprego dos espanhóis como  afirmam   em vários foros espanhóis, opiniões visivelmente racistas e xenófobas. Com a crise econômica mundial, que afetou forte a Espanha,  com uma taxa de desemprego e recessão galopantes, a falta de opção de emprego começou a fazer com que os espanhóis procurassem empregos antes impensáveis. E a única saída para a imigração é o aeroporto, como … Continuar lendo O lugar do imigrante na Espanha: o último da fila

O olhar do imigrante

O olhar do imigrante percebe as coisas totalmente diferentes dos locais. Tem coisas que sao naturais para eles, mas que para mim sao estranhas, esquisitas ou fora de lugar. Por exemplo…as maes espanholas têm o costume de dar o lanche pros filhos na porta da escola, quando a criança sai do portao. Tiram das suas bolsas sanduíches de salame, presunto e afins, frutas cortadas, biscoitos e sucos de caixinha, e os pequenos começam a comer ali mesmo, de pé, amontoados na calçada. Sempre achei estranho e até engraçado isso. Por que nao vao para suas casas e comem sentados na … Continuar lendo O olhar do imigrante

Visto aos portugueses que viajam aos EUA

A partir de hoje não só Portugal, mas também França, Alemanha, Suíça, Grã-Bretanha, Bélgica, Espanha, Singapura, Nova Zelândia, Japão e Austrália terão que pedir um visto pela internet antes de viajar aos Estados Unidos no site https://esta.cbp.dhs.gov. O mundo “globalizado” está em regresso, por causa da violência e terrorismo. Visto em Sapo Notícias. Continuar lendo Visto aos portugueses que viajam aos EUA

Le Clézio, Nobel de Literatura 2008

Barack Obama foi eleito presidente dos Estados Unidos,  em Barcelona foi feito o primeiro transplante de traquéia, Jean- Marie Gustave Le Clézio ganhou o Nobel de Literatura 2008, já saiu “A viagem do elefante, do Saramago, tudo isso  aconteceu em mais de dois meses sem aparecer por aqui. Da última vez que escrevi ainda era primavera, agora as árvores estão praticamente esqueléticas, quase inverno.

Continuar lendo “Le Clézio, Nobel de Literatura 2008”