Resenha: Os melhores contos de Lima Barreto

Affonso Henriques de Lima Barreto (Rio de Janeiro, 13/05/1881- Rio de Janeiro, 01/11/1922) foi um grande escritor, da altura de Machado de Assis, por exemplo, só que de uma forma mais moderna, sua linguagem é mais próxima à realidade do povo. Ele falou dos pobres e seus subúrbios, deu voz à essa gente; falou das classes sociais,Continuar lendo “Resenha: Os melhores contos de Lima Barreto”

Paulo Miklos é Adoniran Barbosa

Será que preciso apresentar Adoniran Barbosa e Paulo Miklos? Na dúvida, apresento sim: Adoniran Barbosa (Valinhos, 06/08/1910 – São Paulo, 23711/1982 ) é um dos mais cantados compositores da Música Popular Brasileira, sua especialidade era o samba. O samba paulistano que eu adoro, o samba- canção, chorinho, o samba irrevente, divertido e inocente ao mesmo tempo. Quem não conheceContinuar lendo “Paulo Miklos é Adoniran Barbosa”

Resenha: “Boa noite a todos”, de Edney Silvestre

Em “Boa noite a todos” (2014), o escritor, apresentador e jornalista Edney Silvestre (Valença, Rio de Janeiro, 27/04/1950) conseguiu encontrar um ponto de intersecção importante, onde todos somos iguais, sujeitos despidos de vestes (literalmente), convenções, dinheiro e poder. Nada material importa. O autor resgatou o Humanismo, colocou o ser humano sozinho no palco, na sua essência original,Continuar lendo “Resenha: “Boa noite a todos”, de Edney Silvestre”

Paris é uma festa! Coluna de Ancelmo Gois

Assim intitulou Ancelmo Gois a sua coluna no O Globo, “Paris é uma festa!”. A festa literária brasileira a partir do dia 20 de março, devido ao Salão do Livro de Paris, que acontecerá em três dias, mas depois haverá apresentações e eventos na Sorbonne, por exemplo, até o fim do mês. Veja a coluna,Continuar lendo “Paris é uma festa! Coluna de Ancelmo Gois”

Dostoiévski & X-MEN: ou como os desenhos podem ser instrutivos- por Gerson de Almeida

A série X-Men na telona serviu para algumas coisas: 1º) rasgar a camiseta do Hugh Jackman e mandar hordas de marmanjos às academias; 2º) desgraçar o cabelo da lindona Halle Berry e levar a mulherada a fazer cortes esquisitos; 3º) criou um Gambit sem senso de humor, mais para um muçulmano carrancudo que para umContinuar lendo “Dostoiévski & X-MEN: ou como os desenhos podem ser instrutivos- por Gerson de Almeida”

Resenha: Vidas provisórias, Edney Silvestre

Sabe aquele cara competente e bonitão da Globo, voz linda, jornalista consagrado e conhecido por todos? Sim, esse mesmo, Edney Silvestre ou Edney Célio Oliveira Silvestre (Valença, Rio de Janeiro, 27 de abril de 1950). Edney também é um baita escritor de ficção, talvez a melhor faceta de Edney entre tantas geniais! O talento para a escritura começou quandoContinuar lendo “Resenha: Vidas provisórias, Edney Silvestre”