Resenha: “O Buda dos subúrbios”, de Hanif Kureishi

Um dos melhores livros lidos este ano: “O Buda dos subúrbios”, obra clássica contemporânea do inglês Hanif Kureishi. Eu já li outros dois livros do autor “A última palavra” e “Intimidade”, sugiro que você coloque este autor na sua lista … Continuar lendo Resenha: “O Buda dos subúrbios”, de Hanif Kureishi

Resenha: “A última palavra”, de Hanif Kureishi

O filósofo e escritor Hanif Kureishi (Londres, 05/12/1954), de pai paquistanês e mãe inglesa, ainda não é um autor muito conhecido no Brasil, mas foi editado no país,  “A última palavra”, pela Companhia das Letras, além dos livros citados abaixo. … Continuar lendo Resenha: “A última palavra”, de Hanif Kureishi

Resenha: “Gente feliz com lágrimas”, do português João de Melo

A primeira resenha do ano! Essa obra eu comecei a ler em dezembro, pensei que conseguiria postar no ano passado, mas a resenha saiu agora. Por isso, este livro não está na minha Lista de vinte e quatro livros para … Continuar lendo Resenha: “Gente feliz com lágrimas”, do português João de Melo

Resenha: “A República dos Sonhos”, de Nélida Piñón

– Cuidado, Eulália, desconfie das palavras. Elas tanto afirmam quanto desdizem. E isto por conta da nossa vaidade. ( p.14) Ler “A república dos sonhos” é ler uma vida inteira. É ler a saga de uma família, três gerações. É ler … Continuar lendo Resenha: “A República dos Sonhos”, de Nélida Piñón

Eu, Miller e a Inutilidade da Crítica, por Gerson de Almeida

Leia sobre  o passeio de Gerson de Almeida em um sebo que costuma frequentar. Deu pano pra manga! Sábado passado fui passar algumas horas no sebo, como faço sempre que posso (me pergunto em vão: quando não posso?). Na estante … Continuar lendo Eu, Miller e a Inutilidade da Crítica, por Gerson de Almeida

A culpa é de Nabokov (ou uma crítica da crítica)

Sim! É isso mesmo: a culpa é de Nabokov. Quem leu seu livro com as Lições de Literatura Russa que promoveu em conferências e lecionou nos Estados Unidos, logo entenderá minha sanha momentânea. Eu, como você também, deve escorregar, costumo … Continuar lendo A culpa é de Nabokov (ou uma crítica da crítica)

Sobre as traduções de “Ulisses”, de James Joyce

A tendência brasileira à “totemização” começou como uma febre. Febrezinha tratável, algo normal se tratando do país onde brotam mais celebridades do que bandos de refugiados em caminhões pela Europa. Com o passar do tempo tornou-se necessário um estudo patológico … Continuar lendo Sobre as traduções de “Ulisses”, de James Joyce

Resenha: “O jogador”, de Fiódor Dostoiévski (COM PDF GRÁTIS)

O bom de escrever sobre os clássicos é que nós, leitores comuns, podemos escrever livres do preceitos e da pressão de dizer coisas interessantes, ou conseguir abordar coisas nunca antes abordadas (se isso for possível em relação aos clássicos, pois … Continuar lendo Resenha: “O jogador”, de Fiódor Dostoiévski (COM PDF GRÁTIS)

Sete anos do Falando em Literatura na Feira do Livro de Madri

O nosso Falando em Literatura começou há 7 anos com o nome de “A última flor do Lácio”. Surgiu como um blog para os meus alunos de português na Espanha, para que eles praticassem o nosso idioma. Depois transformou- se, … Continuar lendo Sete anos do Falando em Literatura na Feira do Livro de Madri

Resultado do sorteio: “Pseudopoesia”, de Alves Rosa

Muitos compartilharam em posts fechados, não posso ver quem são, obviamente esses não entraram no sorteio. Um número foi gerado aleatoriamente no site http://www.random.org. Veja a lista de quem participou e o seu número: 1. Tania Ziert Balão 2. Anilda Neves 3. … Continuar lendo Resultado do sorteio: “Pseudopoesia”, de Alves Rosa

Resenha: “Boa noite a todos”, de Edney Silvestre

Em “Boa noite a todos” (2014), o escritor, apresentador e jornalista Edney Silvestre (Valença, Rio de Janeiro, 27/04/1950) conseguiu encontrar um ponto de intersecção importante, onde todos somos iguais, sujeitos despidos de vestes (literalmente), convenções, dinheiro e poder. Nada material importa. O … Continuar lendo Resenha: “Boa noite a todos”, de Edney Silvestre

Tchekhov – A realidade do contista, por Gerson de Almeida

Um excelente texto do nosso colaborador Gerson de Almeida sobre Tchekhov e a arte de escrever contos. Esse texto também vai lá para o nosso “departamento” de escritura criativa. Tchekhov – A realidade do contista Escrevi um conto (é uma … Continuar lendo Tchekhov – A realidade do contista, por Gerson de Almeida

20 Possíveis Razões Para o Isolamento de Salinger, por Gerson de Almeida

J.D.Salinger Vinte Possíveis Razões Para o Isolamento de Salinger. Talvez…. 1. Tenha uma infância aparentemente normal, amor materno incondicional, uma relação morna com seu pai, seja de classe média e more num bairro em ascensão nos arredores de Manhattan no … Continuar lendo 20 Possíveis Razões Para o Isolamento de Salinger, por Gerson de Almeida