Livrarias de Madri (2): “La Central de Callao”


A primeira livraria La Central foi inaugurada em Barcelona em 1995 e foram abertas mais cinco lojas, duas em Barcelona e três em Madri. A de hoje fica no centro, no bairro Callao em uma casa- palácio de 1.200 m2, possui mais de 70.000 livros em áreas variadas como filosofía, história, ciências sociais, artes e literatura.

11083841_434582040030695_5470709031407822079_n

 De uma das janelas da livraria, que normalmente ficam fechadas nos comércios por motivos óbvios. Nesse caso, alguém poderia jogar livros ou ainda tentar pular. Gente sabe como é…mas acho legal os comércios que dão esse voto de confiança ao cliente, que não lacram tudo e não colocam um segurança atrás de você, como se fosse um delinquente ou um suicida em potencial (entendo também que o principal motivo sejam as crianças que sobem sempre aonde não devem). Na Casa del Libro chega a ser desagradável, o segurança circulando e te observando. Se existem câmaras não é necessário ninguém sair atrás dos clientes. Ponto positivo para a La Central, que tem um segurança a entrada, mas não fica no nosso pé.

10177434_433297413492491_822397484850786759_n

Cerca de 40% do fundo bibliográfico da La Central está formado por livros estrangeiros, aos quais incluem- se as principais novidades editorias em língua francesa, inglesa, italiana, alemã e portuguesa. A La Central procura atender todos os tipos de pedidos, inclusive livros de distribuição irregulares ou difíceis de conseguir. (La Central)

10986681_433295703492662_6773087093391073266_n

Várias atividades literárias são realizadas na livraria, saraus poéticos, apresentação de livros, “conta contos”. Eles fizeram esse canto de leitura, mas é pequeno. Faltam mais sofás ou cadeiras espalhadas pelas salas.

11102779_433297590159140_1206293418298899912_n

Na livraria tem um café- restaurante El Bistrô (térreo) que se vê pelo pátio interior e uma coquetelaria que só abre em dias de eventos. Ainda não provei, mas em breve irei e darei a nota.

11075032_433295393492693_4555053041939608273_n

O interior do edifício foi reformado, mas mantiveram alguns elementos originais como as portas, os tetos e as lâmpadas, que dão esse ar industrial. O chão também é rústico.

11060986_433297470159152_518819512693262634_n

Essa livraria vai levar nota 9, só não leva a nota máxima porque os lugares para sentar são escassos e faltam mais livros de escritores brasileiros.  São três andares apinhados de livros.

11037222_433295520159347_1099082042251871930_n

No térreo ficam as caixas e uma papelaria.

11076274_433295313492701_734251367438371071_n

E um painel com as dicas de leituras dos clientes.

11025141_433307606824805_894704011314385184_n

O acervo é mais interessante que o da Casa del Libro, porque a variedade de idiomas é maior, inclusive livros em português, que na Casa del Libro não há. E eles separam as estantes em literatura original e traduzida, adoro isso! Essa é a pequena estante de literatura brasileira e portuguesa (mais desta última), original e traduzida.

11080898_433297846825781_5996753997102898854_n

Eu peguei os livros da Nélida Piñón que estavam todos espalhados, os coloquei todos juntos e em destaque…hehehe…eu voltei no dia seguinte e ainda estavam do mesmo jeito. Não sei se a minha estratégia de marketing em prol da boa literatura funcionará, mas ficaram mais visíveis.

11083636_433297730159126_1421774344927247330_n

Boa literatura brasileira em destaque com o selo da loja, que recomenda a leitura:

11108842_433297770159122_8260354139107783422_n

Eu costumo subir pelas escadas, mas há um moderno elevador na livraria:

10362371_433297506825815_549140466904526027_n

Quando subimos as escadas, há estantes com livros recomendados:

10438588_433307523491480_3223475858134656246_n

Um deles é o “Livro do desassossego” de Fernando Pessoa:

11077844_433307506824815_7943596161995998182_n

A fachada:

18385_433307736824792_2253748294037195762_n

Gostou? Que achou dessa livraria? Que nota você dá?


Endereço:

Postigo de San Martín, 8
Madrid
telefone: 917 90 99 30

Aberta de 10:00-22:00

Anúncios

Mais dois PDFs de David Le Breton grátis


Quem baixou “A sociologia do corpo” do sociólogo francês David Le Breton, agora pode baixar também Antropologia do corpo e modernidade

david-le-breton-antropologia-del-cuerpo-y-modernidad-17151-MLA20133951571_072014-O

…e Elogio do caminhar, ambos em espanhol.

Elogio-del-caminar

Recebi uma mensagem que o link para “A sociologia do corpo” já não está funcionando mais, não sei se de forma temporária ou definitiva. Então aproveita e faz o download dos outros dois!

UPDATE: O link para o livro em português não funciona mais realmente. Achei esse em espanhol, clica!

“Uma vida filosófica”, Gilles Deleuze- PDF grátis


O filósofo francês Gilles Deleuze morreu o passado sábado em Paris, vítima de lesões causadas ao atirar- se da janela de seu apartamento na Avenida de Niel. Aposentado desde 1987 e professor emérito, Deleuze tinha 70 anos e há tempos sofria de uma grave insuficiência respiratória. Com ele desaparecem um dos mais importantes filósofos franceses deste século, e quem sabe, o mais heterodoxo. Junto a Michel Foucault (morreu por causa da AIDS em 1984), Louis Althusser (morreu em 1990, depois de ter assassinado sua mulher) ou Guy Debord (também escolheu o suicídio), a morte violenta de Deleuze soma- se à trágica estatística da escola parisiense. Sobre Deleuze disse Foucault que era ‘o único espírito filosófico da França’.

Assim o El País anunciou a morte de Gilles Deleuze em 6 de novembro de 1995.

deleuze_

O PDF ” Una vida filosofica” (em espanhol) está disponível para você baixar no seu computador. Esta obra é um conjunto de textos, conferências de Deleuze, reunidos e publicados depois de um encontro em homenagem ao autor no Rio de Janeiro e São Paulo em 1996.

CLIQUE AQUI.

“A sociologia do corpo”, David Le Breton- PDF grátis


 2007_08_14_16_00_23

“A sociologia do corpo” é um livro muito bom para os estudos de investigação do corpo para o pessoal de Letras e Ciências Humanas. Estava tentando comprá- lo pela internet e está esgotado, achei esse PDF e compartilho com vocês.

693286

David Le Breton (23/10/1953) é um renomado sociólogo francês, professor na Universidade de Estrasburgo (França).

Salve o arquivo no seu computador antes que desapareça, CLIQUE AQUI.  😉

UPDATE: o PDF em português já não está disponível, mas encontrei ESSE AQUI, CLICA, em espanhol.

Zygmunt Bauman, filósofo


“Desigualdade na era moderna líquida” é a conferência que Zygmunt Bauman (Polônia, 1925) filósofo e ensaísta vai dar amanhã na Universidad Complutense de Madrid (Campus Somosaguas- Pozuelo de Alarcón).