Resenha: “A cidade Sitiada”, de Clarice Lispector

Perder- se também é caminho (p.138) Na minha conversa diária com os escritores através de suas vivas literaturas, é onde encontro respostas para as minhas diversas inquietações. Há mais diálogo produtivo e interessante com os mortos, do que com os … Continuar lendo Resenha: “A cidade Sitiada”, de Clarice Lispector

O dia em que eu encontrei Nélida Piñón

Os hablo como una escritora al servicio de la memoria brasileña (…) (Nélida Piñón, in “La épica del corazón”) A minha vida é comum, mas, de vez em quando, acontece algo surpreendente. Há cinco dias recebi um convite pra lá … Continuar lendo O dia em que eu encontrei Nélida Piñón

Resenha: “Os pilares da terra”, do inglês Ken Follett

Eu tenho formação acadêmica em Letras, o que ajuda a olhar a literatura de uma forma  profissional e crítica, observando elementos artísticos, técnicos e de estilo, que podem passar despercebidos para muitos leitores; mas minha aversão aos best- sellers não … Continuar lendo Resenha: “Os pilares da terra”, do inglês Ken Follett

Jornadas Internacionais Guimarães Rosa em Salamanca (Espanha)

Literatura Brasileira na Espanha! “Jornadas Internacionales Veredas de Guimarães Rosa: un exiliado del lenguaje común”, de 30 de setembro a 1º de outubro, promovido pela Universidade de Salamanca. Estarei lá no dia 1º, às 17h45, na Sala de Usos Múltiples, … Continuar lendo Jornadas Internacionais Guimarães Rosa em Salamanca (Espanha)

CLARICE NÃO MORREU! VIVE (MALTRATADA) NO FACEBOOK…

“Clarice não morreu!” Começo com este grito. Visto que em vida ela não foi tão cultuada, o nome de Clarice Lispector (1920 – 1977) nunca foi tão aclamado como na era digital, o século da revolução informática. Há pensamentos e … Continuar lendo CLARICE NÃO MORREU! VIVE (MALTRATADA) NO FACEBOOK…

O imigrante e a perda de identidade

Ser imigrante não é fácil. Você pensa o contrário? Então vou te contar um pouco. Você chega em outro país com idioma, costumes, tradições, clima, geografia, idiossincrasias que não são os seus. E vai ter se adaptar, ou isso, ou … Continuar lendo O imigrante e a perda de identidade

Le Clézio, Nobel de Literatura 2008

Barack Obama foi eleito presidente dos Estados Unidos,  em Barcelona foi feito o primeiro transplante de traquéia, Jean- Marie Gustave Le Clézio ganhou o Nobel de Literatura 2008, já saiu “A viagem do elefante, do Saramago, tudo isso  aconteceu em mais de dois meses sem aparecer por aqui. Da última vez que escrevi ainda era primavera, agora as árvores estão praticamente esqueléticas, quase inverno.

Continuar lendo “Le Clézio, Nobel de Literatura 2008”