Em quantos países se fala o português?

Se você tem o português como idioma nativo, você deveria saber responder esta pergunta: em quantos países o português é falado? Soube responder? Parabéns! Já você que pensa que a nossa língua é coisa só de portugueses e brasileiros: aprender … Continuar lendo Em quantos países se fala o português?

Sorteio: “Homens imprudentemente poéticos”, de Valter Hugo Mãe

Eu prometi mais cedo que sortearia um super livro se o blog atingisse as 10 mil visualizações hoje. Está quaseeee, então amanhã terá sorteio! Obrigada você que esteve aqui e que me acompanha sempre. Fora os leitores do mundo lusófono, … Continuar lendo Sorteio: “Homens imprudentemente poéticos”, de Valter Hugo Mãe

Onze livros para sorteio!

Na véspera da Páscoa, vamos animar o coreto?! Sorteio de 11 livros, já que só faltam 10 pessoas para atingirmos 11 mil curtidas no Facebook. Escolhi 11 livros da minha biblioteca para o sorteio: “O desejo de Kianda”, do angolano … Continuar lendo Onze livros para sorteio!

Bem- vindo, Angola!

Bem- vindo pessoal de Angola, que está descobrindo a nossa página! Um prazer tê- los aqui, Angola é um país lindo, de gente encantadora e uma literatura forte. Uma das minhas poetisas favoritas é a angolana Ana Paula Ribeiro Tavares … Continuar lendo Bem- vindo, Angola!

25 de setembro, aniversariantes ilustres: Carlos Ruiz Zafón e Valter Hugo Mãe

A literatura contemporânea está bem representada por esses dois escritores, um espanhol e outro angolano: Carlos Ruiz Zafón (Barcelona,1964) e Valter Hugo Mãe (Henrique de Carvalho, 1971), nasceram no mesmo dia. Carlos Ruiz Zafón foto: Facebook do escritor O romancista Carlos Ruiz … Continuar lendo 25 de setembro, aniversariantes ilustres: Carlos Ruiz Zafón e Valter Hugo Mãe

O acordo ortográfico entrará em vigor em 2016

Segundo a Academia Brasileira de Letras, o acordo ortográfico só entrará em vigor no Brasil em 2016. A nota da ABL lamenta tal decisão, leia a nota na íntegra: Adiamento da definitiva entrada em vigor do Acordo Ortográfico frustra projeto da ABL de oficializar o idioma nas Nações Unidas “A ABL e o adiamento do Acordo Ortográfico Nas últimas horas de dezembro, quando o ano de 2012 estava terminando, o governo surpreendeu o país com a decisão de adiar para 2016 a entrada em vigor do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. Só nos resta lamentar esse retrocesso – como observou … Continuar lendo O acordo ortográfico entrará em vigor em 2016

Resenha: “Contra o vento”, Ángeles Caso

A escritora Ángeles Caso (Gijón, 16 de julho de 1959) também é jornalista e tradutora. Ganhou com “Contra el viento” em 2009, o importante prêmio literário “Planeta”. Ángeles Caso na Feira do Livro de Madri 2010, conversou comigo num português fluente, já morou … Continuar lendo Resenha: “Contra o vento”, Ángeles Caso

Nova ortografia do português

Ainda nova para muita gente, as mudanças ortográficas costumam ser questionadas  em relação a sua utilidade e necessidade, devido às diferenças culturais dos países lusófonos: Em janeiro de 2011 completará 2 anos da implantação da nova ortografia. Modificou algo no seu quotidiano? Dúvidas, dificuldades, facilidades ou é como se nunca estivesse existido? Continuar lendo Nova ortografia do português

A nova ortografia do português

Já foi promulgada pelo presidente português Cavaco Silva, a nova ortografia da língua portuguesa, portanto, oficialmente já vale a nova maneira de escrever o português em Portugal, Brasil, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe (que já haviam assinado o acordo); falta Timor Leste que na altura da proposta ainda não era um estado soberano. Leia notícia aqui. Espero que as editoras estejam atentas para começar já as novas publicações com a nova ortografia. Veja o que mudou: HÍFEN Não se usará mais: 1. quando o segundo elemento começa com s ou r, devendo estas consoantes ser duplicadas, como em … Continuar lendo A nova ortografia do português

Bem- vindos!

Abaixo, o poema do brasileiro Olavo Bilac intitulado “Língua Portuguesa”, dele surgiu o endereço do blog: Última flor do Lácio, inculta e bela, És, a um tempo, esplendor e sepultura: Ouro nativo, que na ganga impura A bruta mina entre os cascalhos vela… Amo-te assim, desconhecida e obscura, Tuba de alto clangor, lira singela, Que tens o trom e o silvo da procela E o arrolo da saudade e da ternura! Amo o teu viço agreste e o teu aroma De virgens selvas e de oceano largo! Amo-te, ó rude e doloroso idioma, Em que da voz materna ouvi: “meu … Continuar lendo Bem- vindos!