O dia em que me tornei espanhola ou a fábrica de fazer espanhóis

Esta é uma das crônicas que ficaram nos rascunhos sem postar. Escrevi no dia 14 de novembro de 2019, depois da cerimônia de juramento da nacionalização espanhola. Eis: Uma mulher multinacional, agora eu tenho três nacionalidades, além da permissão de … Continuar lendo O dia em que me tornei espanhola ou a fábrica de fazer espanhóis

Resenha: “A República dos Sonhos”, de Nélida Piñón

– Cuidado, Eulália, desconfie das palavras. Elas tanto afirmam quanto desdizem. E isto por conta da nossa vaidade. ( p.14) Ler “A república dos sonhos” é ler uma vida inteira. É ler a saga de uma família, três gerações. É ler … Continuar lendo Resenha: “A República dos Sonhos”, de Nélida Piñón