Bolsas- livro da Olympia Le- tan

As famosas e fashionistas aderiram à moda da bolsa- livro, criação da inglesa (criada na França) Olympia Le- tan, uma designer de moda apaixonada por literatura. Olympia Le- tan e sua biblioteca Famosas já desfilaram no tapete vermelho com as criações de Olympia, como Tilda Swinton, Natalie Portman ou Clémence Poésy: Os títulos (ou modelos) são bem variados e têm um ar vintage: As bolsas- livro custam 1140 euros no site da designer, que já trabalhou na Chanel e Balmain. Continuar lendo Bolsas- livro da Olympia Le- tan

As manias dos escritores

Escrever um livro é muito difícil. Escrever um livro bom é mais difícil ainda. Escrever uma obra- de- arte atemporal é mais difícil que ganhar na loteria, probabilidades mínimas. Escritores que se tornaram clássicos têm que ter algo diferente, especial, e geralmente têm mesmo. Muitos deles foram/ são excêntricos, cheios de manias, veja: Thomas Mann era super obsessivo com seus personagens, tanto, que criava até uma assinatura para eles. Gabriel García Márquez precisa estar num quarto com uma temperatura determinada e tem que ter uma flor amarela na mesa, senão não senta para escrever. Sempre trabalha descalço e se não … Continuar lendo As manias dos escritores

O melhor vem depois: “Claraboia”, José Saramago

Eis o primeiro livro de José Saramago, rejeitado pelas editoras e agora editado pela Caminho, aqui na mão, fresquinho. A sinopse (clique nas imagens para ampliar): Abertura do I capítulo: Na capa:Na contra- capa uma foto belíssima, a imensidão do céu que guarda as almas nos prédios onde se desenvolve o enredo: O livro chegou um dia depois do lançamento em Portugal, nota dez para a livraria Wook do Porto pela eficiência. O livro ainda veio com um brinde,  uma caneca super bacana: Na caneca vem um trecho do livro que fala da relação maniqueísta que todo mundo carrega consigo:  … Continuar lendo O melhor vem depois: “Claraboia”, José Saramago

A Universidade de Alcalá de Henares, Espanha

No último fim de semana fiz uma imersão cultural em Alcalá de Henares- a segunda cidade que me sinto melhor na Europa (a primeira é Paris). A história da Universidad de Alcalá de Henares é muito interessante, é a 4ª mais antiga da Europa, suas atividades começaram em 1239, mas o grau superior só foi implantado em 1499 por um padre franciscano chamado Cisneros, um grande defensor da cultura e da arte. Graças a esse padre a universidade foi conservada e manteve as suas atividades, pois o mandatário político da época queria vender o edifício, recortar a fachada em pedaços … Continuar lendo A Universidade de Alcalá de Henares, Espanha

O Papa Bento XVI no meu bairro

O Papa Bento XVI chegou ao meio- dia ( 18-08-2011) no aeroporto de Barajas em Madri, onde foi recebido pelo rei Juan Carlos e a Rainha Sofia, foto tirada da tv: Vi o Papa passar na Avenida das Américas e eu na rua de cima, na Arturo Soria junto com uma turma grande que jogou confetes e serpentinas, a comitiva chegando: O papa- móvel coberto de festa: Agora mais pertinho: Continuar lendo O Papa Bento XVI no meu bairro

Mario Vargas LLosa na Feira do Livro de Madri 2011

Mario Vargas Llosa (Arequipa, Perú, 28 de março de 1936) prêmio Nobel de Literatura 2010, na Feira do Livro de Madri: Centenas de pessoas esperaram na interminável fila nessa tarde de primavera em Madri: “Só um idiota pode ser totalmente feliz” (Mario Vargas Llosa) Continuar lendo Mario Vargas LLosa na Feira do Livro de Madri 2011

A minha biblioteca, com carinho

Na minha biblioteca só entra quem for escolhido a dedo. Primeiro, o tato e o contato visual: o título, o tipo de papel e capa, a fotografia e a biografia do autor; depois, o índice e o sumário. Por último, o questionamento: ” Que esse livro pode me trazer de bom?”. Se a resposta não for convincente, provavelmente ele acabará voltando para a prateleira da livraria. Na minha biblioteca entram também seres místicos, estranhos, que habitam em meio às letras, voam, têm alma e som: Na minha biblioteca também moram os Sonhos, três pedidos à lâmpada maravilhosa e…voilà! Essa é a … Continuar lendo A minha biblioteca, com carinho

Padaria/confeitaria brasileira em Madri: Trigo de Oro

❝Não é possível pensar bem, amar bem e dormir bem se não se tiver jantado bem.❞ Virgínia Woolf Uma forma gostosa de matar um pouco as saudades do Brasil: A padaria Trigo de Oro é da mineira Solange, que explica com muita simpatia e aquela habitual hospitalidade brasileira, como são elaboradas as guloseimas da sua padaria/ confeitaria, junto com Roberto: Tudo feito com coração sai gostoso, né? Provei coxinhas, esfihas, pão-de-queijo, kibe, torta de morangos, beijinho…pois é, comi isso tudo sim! Tudo muito gostoso e bem- feito. Coxinha com marca registrada. Ainda faltam muitas coisas para provar na Trigo de … Continuar lendo Padaria/confeitaria brasileira em Madri: Trigo de Oro

Conjunto de câmara espanhol “Sonor Ensemble”

O “Sonor Ensemble” é um conjunto de câmara formado por solistas e professores da Orquestra Nacional da Espanha. Nao é um grupo com a maioria de integrantes fixos, vao mudando conforme a obra. A música deles, apesar de ser clássica, tem aquele toque pós- moderno, eles utilizam outras partes dos intrumentos que a priori nao sao para ser tocadas. Essa apresentaçao foi ontem na Universidad Complutense de Madrid:         No clarinete, Antonio Lapaz Lombardo (Madrid, 1976) foi aplaudido por mais de 5 minutos. O senhor lá atrás é o pianista Sebastián Mariné, ele tem um cd gravado … Continuar lendo Conjunto de câmara espanhol “Sonor Ensemble”

“Lope”, o filme- produção hispano- brasileira

Fui assistir “Lope” sem muitas pretensões, mal se falou desse filme por aqui. Tenho que dizer que saí do cinema maravilhada com essa produção hispano- brasileira, com direção do brasileiro Andrucha Waddington e participação de Selton Melo e Sônia Braga. … Continuar lendo “Lope”, o filme- produção hispano- brasileira

“A insustentável leveza do ser”, Milan Kundera

Considerado um dos melhores romances do século XX,   A insustentável leveza do ser mistura amor, sexo, política, história, tragédia, ambientados em Praga e Zurique em plena Segunda Guerra Mundial. Tudo isso contado de duas maneiras: um narrador- observador e um … Continuar lendo “A insustentável leveza do ser”, Milan Kundera

Arturo Pérez- Reverte

Arturo Pérez- Reverte, a grande estrela da Feira do Livro de Madri 2010. Uma fila quilométrica para pegar um livro autografado pelo autor, comprova o seu êxito no mundo das letras. O autor vestia  um blazer elegante, apesar dos 35º na capital espanhola. Arturo recebeu seus leitores em pé, os cumprimentava com um aperto de mão, em uma tenda armada exclusivamente para ele no Parque del Retiro. Sorriso no rosto e a famosa e imprescindível Coca- Cola para refrescar: Arturo Pérez- Reverte na Feira do Livro de Madri, em 6 de junho de 2010. Até 1993, o escritor era jornalista, … Continuar lendo Arturo Pérez- Reverte

Lucía Etxebarría: original ou cópia?

Domingo de sol, 34º na capital espanhola. Mil voltas para conseguir estacionar na região do Parque del Retiro e, quase uma hora depois, conseguimos estacionar. A multidão invadiu os stands da Feira do Livro de Madri, parecia um formigueiro, “tantos fãs de literatura assim?”. Um passarinho me soprou que talvez fosse gente em busca dos brindes e muitos curiosos, isso sim. Os autógrafos começaram às 19:00, e eu havia esquecido a minha agenda com o número das “casetas” dos autores que eu queria visitar. Ao ponto de informações e problema resolvido. Objetivo: Lucía Etxebarría. Lucía Etxebarría nasceu no País Basco, … Continuar lendo Lucía Etxebarría: original ou cópia?

Feira do Livro de Madri 2010

Para quem gosta de literatura, livros e escritores, as feiras de livros podem ser passeios emocionantes. Sob um agradável sol de primavera, uma multidão de pessoas passeiam pelos “stands” ou “casetas”, como falam os espanhóis, armados no belo Parque del Retiro. A Feira do Livro de Madri, em sua 69ª edição, faz uma homenagem à literatura nórdica, com a presença do consagrado escritor norueguês Jostein Gaarder (“O mundo de Sofia”), que autografou o seu último livro “El castillo de los Pirineos” (“O castelo dos Pirineus”). Na foto abaixo, Gaarder assinando o meu livro, edição brasileira de “O mundo de Sofia”( … Continuar lendo Feira do Livro de Madri 2010

Polén

A primavera na Espanha, sem dúvida, é a época mais bonita do ano por suas cores e temperatura agradável; contudo, as alergias provocadas pelo pólen suspenso no ar é um desagradável inconveniente dessa colorida estação do ano. O pólen que fecunda e dá vida às flores, também faz com que muita gente passe mal com as alergias respiratórias e cutâneas. Inclusive há gente que anda pelas ruas com máscara para evitar o pólen. Esse ano a cidade de Madri está coberta com tulipas no centro da cidade e no Jardim Botânico: A palavra pólen (do grego “pales” = “farinha” ou … Continuar lendo Polén

“A trança de Inês”, Rosa Lobato de Faria

“Um não sei quê que nasce não sei de onde Vem não sei como e dói não sei porquê” Luis de Camões Rosa Lobato de Faria nasceu em Lisboa em 1932 e faleceu recentemente, no último 02  de fevereiro aos 77 anos. Estava internada há uma semana por uma grave anemia, consequência de uma cirurgia que sofreu há 6 meses. Era poeta, escritora, compositora e atriz.  Participou da primeira novela portuguesa “Vila Faia” (1983). O livro “A trança de Inês” ( 2001) baseado na lenda de “Pedro e Inês”, narra a história de dois apaixonados que desejam, tentam, mas não … Continuar lendo “A trança de Inês”, Rosa Lobato de Faria

Palácio Nacional de Mafra, Portugal

Hoje eu conheci Mafra, uma cidadezinha encantadora que fica a 25km da cidade de  Lisboa. Nela está o Palácio Nacional de Mafra e o Convento de Nossa Senhora e Santo Antonio de Mafra construídos em 1717 pelo rei dom João V, edificações consideradas obras- primas do barroco português. É proibido tirar fotos no interior, mas transgredi por uma boa causa: para mostrar arte, beleza, cultura e história pra quem quiser ver: A biblioteca do Palácio de Mafra é impressionante, grandiosa, imponente com seu piso de mármore em três cores diferentes, estantes de madeira ao estilo rococó repletas com 40.000 livros … Continuar lendo Palácio Nacional de Mafra, Portugal