Resenha: “Bartleby e companhia”, de Enrique Vila- Matas

O prolixo Enrique Vila- Matas (Barcelona, 1948), publicou o seu primeiro livro em 1973, “Mulher no espelho contemplando a paisagem”; a última obra recém- publicada (2017), “Mac e seu contratempo”, é o 29º romance. Também é ensaísta, possui  treze livros publicados nesse estilo, … Continuar lendo Resenha: “Bartleby e companhia”, de Enrique Vila- Matas

O brasileiro Raduan Nassar ganha Prêmio Camões 2016

O paulista Raduan Nassar (Pindorama, 27/11/1935) ganhou o Prêmio Camões 2016, o maior da nossa língua, já que engloba autores de todos os países lusófonos. A entrega do prêmio de 100 mil euros aconteceu em São Paulo ontem (sexta, 17/02), com a presença de autoridades brasileiras … Continuar lendo O brasileiro Raduan Nassar ganha Prêmio Camões 2016

Voltando…primeiro post de 2017!

Resenha do livro “Histórias da Terra e do Mar, de Sophia de Mello Breyner Andresen. Continuar lendo Voltando…primeiro post de 2017!

O 7º encontro “Falando em Literatura…” em Madri

Poesia é voar fora da asa. (Manoel de Barros) Aconteceu na última quarta- feira, 07/12/2016, a sétima oficina “Falando em Literatura…”. A estrela foi o poeta Manoel de Barros, com sua poesia irretocável. O escritor faleceu em 2014, aos 97 … Continuar lendo O 7º encontro “Falando em Literatura…” em Madri

Falaremos de Lima Barreto hoje em Madri

O grande escritor carioca Lima Barreto é o tema da nossa oficina literária de hoje na Casa do Brasil, de 19-21h. As oficinas “Falando em Literatura” fazem parte do projeto do Itamaraty de difusão da língua e cultura brasileira no exterior. … Continuar lendo Falaremos de Lima Barreto hoje em Madri

Veja como foi a “III Oficina Falando em Literatura” em Madri

No último dia 16 de novembro, aconteceu a oficina literária sobre a obra do escritor baiano Antônio Torres. A turma foi animada e participativa. Contei aos participantes sobre a maravilhosa trilogia do sertão: “Essa terra”, “O cachorro e o lobo” … Continuar lendo Veja como foi a “III Oficina Falando em Literatura” em Madri

Resultado da enquete: “Quem vai ganhar o Nobel de Literatura 2016”

Votaram 126 vezes na enquete: “Quem ganhará o Nobel de Literatura 2016?”. Parabéns aos sete que votaram em Bob Dylan! A pena é que não deixaram comentário no post, era obrigatório e a única forma de identificar a pessoa e … Continuar lendo Resultado da enquete: “Quem vai ganhar o Nobel de Literatura 2016”

O ganhador do Nobel de Literatura 2016 é Bob Dylan!!

O cantor e compositor americano Bob Dylan (1941) é o ganhador do Nobel de Literatura 2016, o maior prêmio literário do mundo. Além do prestígio, do reconhecimento mundial e propaganda internacional (que ele nem precisa), o vencedor normalmente leva mais de … Continuar lendo O ganhador do Nobel de Literatura 2016 é Bob Dylan!!

Literatura contemporânea: “Variedades”, de Fabio Gorodski

Vou apresentá- los um autor brasileiro contemporâneo, que vive em Berlim: Fabio Gorodski. Aqui o blog do autor. Fabio Gorodski tem uma vasta formação musical, conhecimentos notados no conto “comprimidos” (p.13)  e já teve um poema adaptado a um curta- metragem, veja. Se … Continuar lendo Literatura contemporânea: “Variedades”, de Fabio Gorodski

O Vampiro: Não é Fácil ser uma Farsa

Ele voltou! O nosso querido colaborador Gerson de Almeida, com sua caneta afiada, leu Chá das Cinco com o Vampiro, de Miguel Sanches Neto e deu pano pra manga! Leia:* O Vampiro: Não é Fácil ser uma Farsa Se eu fosse Dalton Trevisan (Colombo, 1925) teria mesmo amaldiçoado Sanches Neto, aliás, teria tentado homicídio. Verdade seja dita, Miguel Sanches Neto (Bela Vista do Paraíso, 1965) fez o que todo meio literário sabia, sabe, e não faz, dizer em alto e boníssimo som: este piá, pançudo e abestalhado, é uma farsa! E todos sabem que não é fácil ser uma farsa. Quem é … Continuar lendo O Vampiro: Não é Fácil ser uma Farsa

Dez incríveis primeiros parágrafos

Um livro te pega pela capa, pelo título, sinopse, autor ou primeiro parágrafo? Eu escolho pelo autor e primeiro parágrafo. Selecionei dez primeiros parágrafos de livros que podem agarrar o leitor pela curiosidade que despertam, veja: 1.”Intimidade”, de Hanif Kureish … Continuar lendo Dez incríveis primeiros parágrafos

Agenda de feiras de livros no Brasil (Agosto/Setembro) e algum desabafo

Veja as feiras de livros que estão acontecendo agora ou que começarão em setembro: 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, de 26 de agosto a 4 de setembro (site) Eu fiquei tão constrangida quando vi a lista de “autores” … Continuar lendo Agenda de feiras de livros no Brasil (Agosto/Setembro) e algum desabafo

O novo romance do espanhol Carlos Ruiz Zafón

Quem ainda não leu “A sombra do vento” do espanhol Carlos Ruiz Zafón, coloque na lista, o livro é muito bacana! A história acontece na primeira metade do século XX, na cidade de Barcelona, a atmosfera é misteriosa, intrigante. O … Continuar lendo O novo romance do espanhol Carlos Ruiz Zafón

Dica de livro: “A festa da insignificância”, de Milan Kundera

Milan Kundera é tcheco e tem 87 anos. Muito famoso pela obra “A insustentável leveza do ser” (1983, leia a minha opinião sobre o livro em 2010). O autor não é só romancista, já experimentou vários gêneros literários:  a poesia, ensaio, … Continuar lendo Dica de livro: “A festa da insignificância”, de Milan Kundera

Resenha: Orlando, de Virgínia Woolf

Embora diferentes, os sexos se confundem. Em cada ser humano ocorre uma vacilação entre um sexo e outro; e às vezes só as roupas conservam a aparência masculina e feminina, quando, interiormente, o sexo está em completa oposição com o … Continuar lendo Resenha: Orlando, de Virgínia Woolf

Livros para ler nas férias

Verão na Europa, muito sol, praia e piscina. Entre as atividades aquáticas, vou de livro em livro. Trouxe comigo “A República dos Sonhos”, de Nélida Piñón, que eu tinha começado a ler no ano passado, deixei estacionado, porque acabei me … Continuar lendo Livros para ler nas férias

Eu, Miller e a Inutilidade da Crítica, por Gerson de Almeida

Leia sobre  o passeio de Gerson de Almeida em um sebo que costuma frequentar. Deu pano pra manga! Sábado passado fui passar algumas horas no sebo, como faço sempre que posso (me pergunto em vão: quando não posso?). Na estante … Continuar lendo Eu, Miller e a Inutilidade da Crítica, por Gerson de Almeida

Resenha: “A queda”, de Albert Camus

 “A queda” (1956), do francês Albert Camus, pegou- me logo por causa da primeira frase do livro: Posso oferecer- lhe os meus serviços, meu caro senhor, sem me tornar inoportuno? (p.7) Um livro que começa dessa forma para mim é … Continuar lendo Resenha: “A queda”, de Albert Camus