As piores capas de livros

Você é do tipo que compra o livro pela capa? Veja uma seleção de capas de livros com o gosto mais que duvidoso.

1. “O dia que o pato Donald comeu a margarida pela primeira vez”, de João de Melo

Tanto o nome quanto o título são esdrúxulos, não?! João Melo é um escritor angolano.

2. “Tan poca vida”, de Hanya Yanagihara

Com dor? Cagando? Não, é um orgasmo e é uma foto premiada de Peter Hujar de 1987.

Se chamar a atenção era a intenção da autora, ela conseguiu. Foi um dos livros mais comentados de 2016, na Espanha.

3. “Cocó, uma história natural (daquilo que não se fala)”

…e nem se mostra. É preciso ser tão literal? Hahaha! A acentuação é portuguesa.

4. “A maldição do cigano”, Stephen King.

Não é porque é de terror que tem que ser mal feita. Muitas capas de livros deste autor americano são de gosto pra lá de duvidoso.

5. Livros com capas iguais

Esse último vou deixar como isca para um próximo post: há editores e autores que utilizam imagens da internet, sem o cuidado de que já não tenham sido publicadas antes. Exemplo de dois autores que são mega- conhecidos:

Nunca devemos julgar um livro pela capa. O post é só uma curiosidade do mundo literário. Até a próxima!

4 comentários sobre “As piores capas de livros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.