Passeando pelo “The British Museum” em Londres

Um dos melhores e maiores museus do mundo, o The British Museum em Londres, é gratuito. É impossível ver tudo em uma visita, é um museu para voltar várias vezes. Há coleções de todos os continentes e épocas.

fachada museu_edited.jpg

Vou contar um pouco sobre o que vi por lá:

Antes de entrar há guardas revistando as bolsas. O hall de entrada é circular e muito alto, há várias portas para as coleções.

18402647_789795984509297_6799591225346952881_nO leão guardião logo na entrada é uma escultura grega de 1350.

18403283_789796051175957_443097612719956201_n

Em todos os andares têm lanchonetes com sanduíches, cookies, bolos, chás, cafés, sucos, refrigerantes e mesas coletivas.

18425159_789836501171912_8338300931005365468_n

18342546_789836504505245_7762018643840364400_n

No térreo também fica a livraria. Eu trouxe um livro lindo, depois vou mostrar aqui.

18342147_789838771171685_696813763744557513_n.jpg

 Logo à esquerda no térreo, fica a coleção do antigo Egito. E do lado direito, romanos e gregos. Há coleções desde a pré- história. Toda a história da humanidade contada através de objetos, estátuas, restos de templos e até pessoas. Há múmias como de uma das Cleópatras (foram sete).

Uma peça que chama muito a atenção é a que fica logo na entrada: a pedra Roseta de 196 a.C.. Essa pedra com hieróglifos do antigo Egito desvendada foi crucial para entender o homem daquele tempo e sua escritura, trouxe muitos conhecimentos à era moderna.

18342795_789834551172107_5782008477225969941_n

Estátuas dos filósofos gregos:

18425064_789793601176202_5113940341888384571_n

As esculturas gregas são em mármore e são chamadas ” Esculturas de Elgin” ou “Esculturas do Partenon”. O Paternon foi construído em 447 a.C. e essas esculturas ficaram no templo. A Grécia está brigando para reaver essas peças, mas o Museu Britânico parece que não vai devolver. Foi um antepassado inglês, Thomas Bruce Elgin, arqueólogo e militar, que levou as peças para a Inglaterra em 1801. Ele era oficial, servia na Grécia.

18342773_789795894509306_7846401776587042887_n

“Discóbolo” de Miron, uma das estátuas mais conhecidas do mundo.

18447124_789793457842883_101901626193924346_n18403661_789795974509298_7726931279082389066_n - copia18342000_789793391176223_6892969171089875123_n - copia18403352_789793377842891_6157115880341780934_n - copia

18342171_789795957842633_8015808770535084008_n

A parte egípcia é muito interessante. A múmia mais interessante é uma que está completamente exposta. A de um rapaz que viveu há 2500 anos. Ele morreu apunhalado no peito. Só de ver um cadáver já é chocante, ainda mais sabendo que viveu numa época tão remota. Ele tem cabelos ruivos e encaracolados (no vídeo dá pra ver melhor):

18341950_788850767937152_3633632809390558510_n18403482_788850757937153_7628646597665190288_n

Essa é uma múmia de uma criança de oito anos. O tamanho é que quatro.

18341882_788850651270497_3153627430747147361_n

Essa é uma visita essencial na cidade de Londres, reserve um dia inteiro ou então divida em dois dias, pois é impossível ver tudo em uma única visita. Visite e o site e veja as coleções.

3 comentários sobre “Passeando pelo “The British Museum” em Londres

Deixe uma resposta para Falando em Literatura Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.