Youtube Pessoal: “Paulisbaiana”


Sempre que me perguntam “de onde você é?”, eu jamais consigo dizer que sou só de um lugar. Sempre digo que nasci em São Paulo, mas que morei a maior parte da minha vida na Bahia, em Feira de Santana. Eu não me sinto só paulistana; também não me sinto só baiana.

Além dessas duas naturalidades, a de nascença e a de coração, também tenho descendência portuguesa, sangue luso herdado do meu pai, amo o país e a cultura portuguesa. Mas não só: vivo na Espanha há quase 15 anos, mais tempo do que morei em São Paulo, por exemplo, pois saí com 11 anos da cidade. Então, sou o resultado de várias culturas, uma grata mistura, enriquecedora.

Para simplificar, quando alguém me pergunta, eu digo: “sou paulisbaiana”. O meu caso é também o de muitas pessoas. Se você é “cariocano” (carioca com baiano), se é “brasifense” (brasiliense com recifense), se é “gauneiro” (gaúcho com mineiro), vai entender do que estou falando. Desde já reivindico os neologismos e o meu “paulisbaiana” ninguém tasca! 🙂

Também escolhi esse nome, porque é único. Pode até soar mal, mas eu que vou fazer o nome, não o contrário.

Há também um fator emocional para a criar esse canal: quero deixar memórias para a minha filha, que ela possa ver de uma maneira fácil. Acho que o YouTube cumpre esse requisito.

O YouTube, esse território de maioria juvenil, também habitado timidamente por quarentões (e cinquentões, e sessentões, e setentões), e não deveria ser assim, ao contrário, é a faixa etária com mais conteúdo, digamos, consistente. A turma da minha geração que começou  a maioria das tecnologias bacanas que existem hoje. Mas isso vai será tema para um vídeo.

E ainda outro motivo: eu falo muito pouco em português. Depois de tantos anos, a memória falha, as palavras fogem. Quando escrevo posso pensar, falando não. A fala é que nem uma pedra, atirou já era. Isso servirá de exercício oral.

Mas antes de tudo isso, quero mesmo é me divertir 😉

Já tem vídeos por lá! Faz um favor? Assista, curta, inscreva- se, dá aquela força bacana e amiga! Os temas serão livres, não vou delimitar. Vlogs de viagem, livros, crônicas, qualquer coisa pode aparecer por lá. Mas não espere grande coisa: é um canal amador. Eu preciso de 100 inscritos para conseguir mudar o link para “paulisbaiana”, por enquanto é um monte de letras e números.

Vai lá ver! Clica aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s