Agenda de feiras de livros no Brasil (Agosto/Setembro) e algum desabafo


Veja as feiras de livros que estão acontecendo agora ou que começarão em setembro:

Eu fiquei tão constrangida quando vi a lista de “autores” que dariam autógrafos, que nem vou reproduzir aqui. O panorama literário brasileiro, infelizmente, vai de mal a pior. Qualidade literária zero em muitas feiras, reflexo dos leitores? Quem domina quem? O mercado ou os leitores que pedem literatura descartável?

Acho que essa só vale a pena pra passear e pegar algum desconto nos livros (de verdade).

Aonde?

Pavilhão do Anhembi
Segunda à Sexta: 9h às 22h 
Sábado e Domingo: 10h às 22h 
Dia 04/09 das 10h às 21h
  • 3ª Festa Literária Internacional de Maringá (FLIM), de 13 a 18 de setembro, veja programação.

Essa é uma feira que você terá a oportunidade de conhecer pessoalmente autores estrangeiros como o português Antônio Vilhena, o angolano José Eduardo Agualusa e o americano William C. Gordon (ex- marido da escritora Isabel Allende); e a prata da casa: Ana Maria Machado,  Caco Barcellos e José Castello.

Aonde?
Centro de Convivência Renato Celidônio, anexo ao Paço Municipal.

Escritores de peso participarão dessa feira: Luis Ruffato, Milton Hatoum e Laurentino Gomes, por exemplo (veja a lista). 

Aonde?

Fundação Cultural Calmon Barreto
Praça Arthur Bernardes, nº 10, Centro Araxá / MG
Informações: (34) 3691-7133
E-mail: fliaraxa@fliaraxa.com.br

 7º Festa Literária de Marechal Deodoro, VII FLIMAR, 31 de agosto a 3 setembro 2016. Site.

Essa feira em Alagoas vai começar amanhã, os homenageados são Fagner e Nice de Oliveira. Veja a programação.

Aonde?

Não sei. No site não aparece o endereço (fail!) e se aparecer está beeeem escondido. Se você quiser ir, escreva para: flimar.marechaldeodoro@gmail.com


Fiquem atentos, pois no final de setembro, aqui no Falando em Literatura, estará a agenda de feiras mais importantes do Brasil e do mundo. Outubro será bem interessante.


ffc2d01a641e832afbe8d696b3485d2c

As feiras de livros, principalmente as financiadas com dinheiro público, devem servir para fomentar a leitura (a boa literatura), atrair leitores, devem promover grandes autores, de relevância (mesmo que não sejam populares), mas bons autores, para que as pessoas, não só tenham motivação para ir até essas feiras, mas que levem para casa livros que acrescentem algo positivo. Mais que isso: deveriam existir palestras ensinando a importância da leitura, do estudo, das letras na vida das pessoas. As Letras, Ciências Humanas e Sociais estão morrendo, meu povo!

Caso contrário, será um grupo de escritores amigos se auto- promovendo, editoras enchendo as burras de dinheiro e o pior: a promoção da literatura medíocre como na Bienal Internacional do Livro de São Paulo está fazendo agora, promovendo literatura vagabunda, que nem deveria ser chamada de “literatura”… youtubers, popozudas e essa baixaria toda. Ou seja, isso é perder tempo e dinheiro suado do bolso do brasileiro. Não faz sentido!

O panorama literário brasileiro nunca esteve pior. A força que está ganhando a mediocridade é absoluta em um país sem tradição leitora, com um índice alto de analfabetismo ainda por combater, livro parece objeto completamente descartável.

A UNESCO disse em 2014, que no Brasil havia 14 milhões de adultos analfabetos. E os analfabetos funcionais?! Aqueles que sabem escrever o nome, leem mal, escrevem quase nada, não sabem interpretar um texto, mas que estão fora dessas estatísticas? Um batalhão! Não vamos “tapar o sol com a peneira”, vamos falar a verdade. As feiras têm que servir, ao menos, para inspirar e não deseducar e banir leitores!

Confesso, amigos, que nunca estive tão desanimada. Como disse Drummond: “Lutar com palavras/ é a luta mais vã”, mas vamos lá, respiremos fundo: “Entanto lutamos/ mal rompe a manhã”.

Anúncios

7 Comments »

  1. Concordo contigo. Vejo a literatura como uma das curas de cada multiverso. Eu sou nascido e criado numa favela, que antigamente era barra pesadíssima, sem investimento algum ali…. E de todo o arsenal que eu tive em mãos, o que me deu luz foi um livro. O Pequeno Príncipe de início.
    (…)
    Eu busco escrever coisas que vem de dentro, aquilo que aprendo, aquilo que pode agregar para o mundo… Mas percebo que as pessoas não estão interessadas em descobrir, elas querem as coisas prontas. Que chato isto!

    Lá na minha comunidade estamos lutando para mudar isso, realizando saraus e evidenciando a importância da literatura na vida da gente.
    Desejo que tudo melhore, a começar pelas culturas carentes.

    Esse assunto vai longe!

    D.

    • Obrigada por contar a sua história! É nisso que acredito, na literatura, na arte que transforma e dá alento para quem mais precisa, para quem nasceu sem recursos de nada e precisa de ferramentas para sair da exclusão e pobreza. Mas, primeiro, as pessoas precisam descobrir, conhecer a literatura, por exemplo, coisa que muitas vezes não têm acesso, até pela péssima qualidade da educação pública no Brasil devido a vários fatores, professores que faltam demais ou não têm interesse em ensinar realmente, entre eles. Os alunos acabam desistindo. Olha, são tantas coisas que nem dá pra falar tudo aqui. Fico feliz que você esteja fazendo esse trabalho na sua comunidade, se conseguir salvar um pelo menos, já valeu! Vamos nessa! Beijos

  2. Concordo plenamente com você. Tanto que, trabalho com livros, educação. Ganhei ingressos para a Bienal mas confesso que não me animei. Já faz alguns anos que não compareço pois para mim, ela deixou de cumprir com sua missão há muito tempo. Virou uma grande engrenagem de exposição de egos e como disse: disseminando lixo como boa literatura. Nós temos excelentes escritores que infelizmente, não conseguem ter espaço num evento desse porte. Enfim, tornou-se um grande teatro que não me agrada em nada. Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s