Ao nosso querido amigo e colaborador Gerson de Almeida


...e para todos os filhos que perderam as suas mães. 

Descansa em paz, dona Ione Maria. A senhora: luz!

6eba05b9e7b8e29bd9d536bf98020774

A emenda e o soneto (Antônio Brasileiro)

1. O Soneto

Em meio a temporais, saibamos ser
a haste pequenina que se verga.
Pois uma coisa é certa: tudo acaba

E o céu ficará limpo como era.

2. A Emenda

Em meio a temporais, saibamos ser
a haste pequenina que se verga
Pois uma coisa é certa: tudo acaba.

Não só acaba como não acaba.

(Revista Hera, p. 191)


Meus pêsames, amigo! Força!






 

 

 

 

Anúncios

1 Comment »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s