O Dia Mundial do Livro em Madri

Claro que o Falando em Literatura não iria deixar de contar como vão as comemorações por aqui.

Mas antes disso, todos os anos eu conto a mesma história: A UNESCO estipulou o 23 de abril, como o Dia Internacional do Livro, por causa da coincidência das mortes de Shakespeare e Cervantes, mas não só; vários outros escritores importantes nasceram ou morreram em abril, como Vladimir Nabokov, por exemplo, então a data serve para homenagear, relembrar e divulgar a grande literatura desses autores.

Este dia começou a ser comemorado na Catalunha (Espanha) para celebrar o Dia de São Jorge (Sant Jordi em catalão), padroeiro do lugar. É uma festa romântica, onde os casais trocam presentes, o homem recebe um livro e a mulher uma rosa. São Jorge na Catalunha é uma espécie de santo do amor. Enfim, juntando essa tradição centenária de presentear livros e rosas, com o nascimento ou morte de grandes escritores, o resultado é a festa que conhecemos hoje. Quer dizer, no Brasil ainda não é tão forte a tradição, não? Vários outros países, inclusive o Japão, festejam como os espanhóis.

13055392_599827823506115_8862765800608429156_nEssa é a minha filha saindo feliz da livraria com os livros que escolheu e suas rosinhas, presentes da Casa del Libro.

Eu comprei um da Clarice, “Água Viva”,  quero ler nos próximos dias e vou colocar aqui a resenha em breve. Foi da livraria La Central, em português-, uma edição portuguesa:

13082598_599834066838824_4623244682671062434_n

Na Espanha é uma delícia. As ruas viram livrarias a céu aberto e há rosas vermelhas espalhadas pelas cidades. Fica tudo alegre e festivo. Muitos eventos literários e descontos nas livrarias. Pena que está caindo uma chuva exatamente agora na cidade de Madri (aqui o mês das chuvas é abril) e algumas livrarias tiveram que recolher as bancas, outras mais prevenidas colocaram toldos. Antes da chuva eu estive por lá, veja algumas fotos:

13062246_599827866839444_3948531027573277996_nBanca da livraria do El Corte Inglés, Preciados (um calçadão para pedestres no centro de Madri).

13076536_599827970172767_8495056239372609971_nA livraria Casa del Libro instalou- se no prédio onde viveu um famoso escritor espanhol, Pio Baroja.

13012646_599827940172770_4156474652833114751_nEsse é o prédio. Morava bem o Pio Baroja. O céu azul antes da chuva.

13000130_599827863506111_463020552310951826_nEssa é a livraria do El Corte Inglés. Estava cheia. Ouvi brasileiros conservando no meio do povo.

13043346_599828030172761_2640659179696406110_nBanca na principal avenida, a Gran Vía, com livros em miniatura. São legais para decorar.

13076693_599828060172758_1598453992728844378_nEssa banca na Gran Vía estava prevendo a chuva.

13094139_599828063506091_923210465445160180_nMetros e metros de livros!

Eu não esqueci de William Shakespeare, o grande protagonista dessa festa junto com Cervantes. Amanhã terá post sobre ele.

Conta como está sendo o seu dia, como está a festa na sua cidade?

Feliz Dia Mundial do Livro!

6 comentários sobre “O Dia Mundial do Livro em Madri

Deixe uma resposta para Falando em Literatura Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.