O Dia Mundial do Livro em Madri


Claro que o Falando em Literatura não iria deixar de contar como vão as comemorações por aqui.

Mas antes disso, todos os anos eu conto a mesma história: A UNESCO estipulou o 23 de abril, como o Dia Internacional do Livro, por causa da coincidência das mortes de Shakespeare e Cervantes, mas não só; vários outros escritores importantes nasceram ou morreram em abril, como Vladimir Nabokov, por exemplo, então a data serve para homenagear, relembrar e divulgar a grande literatura desses autores.

Este dia começou a ser comemorado na Catalunha (Espanha) para celebrar o Dia de São Jorge (Sant Jordi em catalão), padroeiro do lugar. É uma festa romântica, onde os casais trocam presentes, o homem recebe um livro e a mulher uma rosa. São Jorge na Catalunha é uma espécie de santo do amor. Enfim, juntando essa tradição centenária de presentear livros e rosas, com o nascimento ou morte de grandes escritores, o resultado é a festa que conhecemos hoje. Quer dizer, no Brasil ainda não é tão forte a tradição, não? Vários outros países, inclusive o Japão, festejam como os espanhóis.

13055392_599827823506115_8862765800608429156_nEssa é a minha filha saindo feliz da livraria com os livros que escolheu e suas rosinhas, presentes da Casa del Libro.

Eu comprei um da Clarice, “Água Viva”,  quero ler nos próximos dias e vou colocar aqui a resenha em breve. Foi da livraria La Central, em português-, uma edição portuguesa:

13082598_599834066838824_4623244682671062434_n

Na Espanha é uma delícia. As ruas viram livrarias a céu aberto e há rosas vermelhas espalhadas pelas cidades. Fica tudo alegre e festivo. Muitos eventos literários e descontos nas livrarias. Pena que está caindo uma chuva exatamente agora na cidade de Madri (aqui o mês das chuvas é abril) e algumas livrarias tiveram que recolher as bancas, outras mais prevenidas colocaram toldos. Antes da chuva eu estive por lá, veja algumas fotos:

13062246_599827866839444_3948531027573277996_nBanca da livraria do El Corte Inglés, Preciados (um calçadão para pedestres no centro de Madri).

13076536_599827970172767_8495056239372609971_nA livraria Casa del Libro instalou- se no prédio onde viveu um famoso escritor espanhol, Pio Baroja.

13012646_599827940172770_4156474652833114751_nEsse é o prédio. Morava bem o Pio Baroja. O céu azul antes da chuva.

13000130_599827863506111_463020552310951826_nEssa é a livraria do El Corte Inglés. Estava cheia. Ouvi brasileiros conservando no meio do povo.

13043346_599828030172761_2640659179696406110_nBanca na principal avenida, a Gran Vía, com livros em miniatura. São legais para decorar.

13076693_599828060172758_1598453992728844378_nEssa banca na Gran Vía estava prevendo a chuva.

13094139_599828063506091_923210465445160180_nMetros e metros de livros!

Eu não esqueci de William Shakespeare, o grande protagonista dessa festa junto com Cervantes. Amanhã terá post sobre ele.

Conta como está sendo o seu dia, como está a festa na sua cidade?

Feliz Dia Mundial do Livro!

Anúncios