Eu vejo muita gente falando sobre literatura nas redes sociais, blogs, vlogs, páginas no Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat e afins. A maioria (dá para notar fácil) não lê o livro, pois é impossível, fisicamente, ler e resenhar um ou mais livros por dia como alguns querem nos fazer acreditar. Leitura, leitura…não. Não mesmo. O que eu vejo é que lêem as sinopses. Isso é falar sobre Literatura mesmo?

12033096_523799221108976_1508145813555818284_n

Literatura é uma Arte. E a Arte vem sofrendo tentativas de definições desde a Antiguidade. Aristóteles, por exemplo, disse que  a Arte é mimesis, uma imitação da realidade, essa é a que eu mais gosto; Kant falou que a Arte não tem que ter nenhuma utilidade, ela é movida pela beleza, pelo prazer que proporciona. Os filósofos, principalmente, estudam a Estética, que é o belo, o bom, o feio, o ruim, e tudo isso está implicitamente ligado à Literatura.

É impossível citar todos os teóricos que tentaram definir a Arte, porque praticamente todos de todos os tempos deram a sua opinião sobre o assunto. Eles estão certos e estão errados, porque a Arte não é uma única coisa, acho que ela é tudo junto, todas as definições juntas, ainda que contraditórias, porque a Arte é assim mesmo, um reflexo do ser humano cheio de beleza e horror, de alegria e tragédia, de sutileza e aberração, de pureza e malícia, de bondade e mesquinhez. Eu acho que a arte literária reflete bem tudo isso, literatura é espelho, é desbravar a alma, cenários, pensamentos, sentimentos, experiências  humanas contadas de diferentes formas, material inesgotável e que expõe os feitos de épocas e sociedades, ficção sim, mas reflete verdades. Quando a gente lê Machado de Assis, por exemplo, dá para imaginar como viviam e pensavam as pessoas na época.

Mas nem tudo o que está na livraria é Arte. Muita coisa vendida como Literatura não é. As obras literárias artísticas têm estruturas, formas de desenvolver o texto, de construir cenários e personagens, tempos, narradores, de trabalhar a linguagem, isso você pode aprender estudando em uma universidade ou estudando sozinho. Mas estude. A intuição ajuda, mas se você se propôs a criar um blog ou vlog literário, que pelo menos saiba do que está falando. Muitos livros nos blogs e vlogs que andei vendo não podem ser considerados Literatura, porque não são Arte. É urgente a necessidade de criar- se um termo para a não- literatura fantasiada de literatura. Porque a Literatura exige um tipo de linguagem figurada, tropos, recursos linguísticos que a torna isso, Arte. O diálogo pode ser até coloquial em algum momento, mas não o tempo todo. Isso empobrece o texto, o torna menor. A boa literatura está intimamente ligada com a prosa poética. Quando mais a prosa tenha ares poéticos, mais rica e sublime fica. Aí já é opinião pessoal. Nem todo mundo tem talento (aliás, a maioria não tem) ou a capacidade para escrever textos sublimes, com sutilezas, inovações e vernizes que fazem estremecer o nosso interior de beleza ou de qualquer coisa. São textos assim que eu desejo.

Você que fala sobre Literatura na Internet precisa, pelo menos, saber o que são os gêneros literários e as figuras de linguagem, é só consultar em livros de colégio ou em qualquer manual de teoria de literatura.

Fica a dica.

Anúncios

3 comentários »

  1. Essa busca incessante por querer definir Arte (Literatura) é uma tentativa de enquadrar conceitualmente a Literatura. É claro que não devemos pensar que tudo é literatura. Para isso, algumas “orientações” são dadas para um texto literário se configurar como tal, por exemplo, o plano do dizer. Como o autor se propõe a dizer algo dentro da literatura. Muitas das vezes conta uma história para discutir um assunto e deixar a imaginação do leitor se transportar para a cena (contexto) do texto e pensar o texto. Essa possibilidade que autor dá ao leitor de literatura talvez seja uma sacada interessante para se constituir um texto literário. Refiro-me à linguagem.

  2. Cada pessoa eh um leitor diferente. Eu ja tive uma media de leitura de 43 livros por ano. Ou seja, nao li um livro por dia. Alias, existe um livro onde a autores leu 1 livro por dia durante um ano, chama-se o ano da leitura magica. E nao gostei, foi raso.

    Como livreira percebo que nem todo mundo que compra livro os le. E nem todo mundo que le busca qualidade. Mas ainda acredito que não devemos julgar os tipos de leitura de ninguém.

    Como alguém que resenha livros há 10 anos, sei das minhas limitações e o que desejo fazer. Eu li todos os livros que resenhei. Mas em 600 textos no beco, nao fiz todos. Possuo amigos que me ajudam, distribuímos os livros e fazíamos os textos, e agora separamos os temas. Assim ninguém se afoga somente em ler, muito menos finge ler.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.