Confirmado: Miguel de Cervantes está em Madri


Arqueólogos, historiadores da prefeitura de Madri, técnicos da Universidade Complutense de Madri  e outras universidades espanholas, empreenderam uma busca pelos restos mortais e posterior estudo,   do escritor espanhol mais importante: Miguel de Cervantes Saavedra (Alcalá de Henares, 29 /09/1547- Madri, 22/04/ 1616) famoso por ter escrito “Dom Quixote de la Mancha” o melhor texto literário de todos os tempos, de acordo com muitos críticos. Há um mês e meio, encontraram as iniciais “M.C.” em uma cripta em um convento, todos os dados conferiam: homem de 69 anos, com o braço e mão atrofiados e com restos de chumbo (um tiro que levou na guerra de Lepanto).

11051906_425160134306219_1912977604548100473_n

Os ossos de Cervantes repousaram durante mais de 400 anos no Convento de las Trinitarias bem no centro de Madri junto com os de sua esposa Catalina de Salazar y Palacios, de uma família nobre de Toledo, vinte anos mais jovem e falecida no mesmo ano que o marido. Catalina não podia ter filhos e teve que aceitar a filha “bastarda” de Cervantes, Isabel.

Os arqueólogos cavaram 5 metros até a cripta com 36 sepulturas, um achado de riqueza arqueológica, mas também financeira, já que o turismo necrológico de celebridades costuma atrair muita gente.

128px-Miguel_de_Cervantes_signature.svg

Anúncios