Não sei se muita gente tinha ouvido falar no escritor Naín Moisés no meio literário antes dessa semana. Eu, pelo menos, nunca. Ele é de uma área que não desperta muito o meu interesse, as finanças. Realmente ignorância minha, o cara é super famoso, inclusive é colunista do El País, jornal da Espanha, país que vivo. O livro dele “O fim do poder”, hoje, é o livro mais famoso do mundo (e o mais vendido!) por causa do recém inaugurado Clube de Leitura do criador do Facebook, “A year of books” (“Um ano de livros”). A comunidade de Mark Zuckerberg já tem mais de 210 mil pessoas em poucos dias, grande poder, já que estamos falando nele. Perdi alguns dias, mas também vou participar dessa leitura, hoje li uma amostra e o livro parece interessante.

1382986_656788361005589_1856674360_n

Naín Moisés agora é um escritor pop.

O venezuelano Naín Moisés (Líbia, 1952) foi ministro na Venezuela em 1986 e conta o motivo do governo ter fracassado. Ter o poder não significa ser o poder. Vou ler e depois conto tudo direitinho.

79449247

No iTunes, na livraria Cultura você pode comprar o livro em papel ou e-book. Se quiser participar do clube de Zuckerberg ainda dá tempo, são dois livros num mês.

Anúncios

2 comentários »

  1. Oi, Fernanda!

    Meu irmão, que nada lê, me contou sobre o clube do livro do Mark Zuckerberg, eu fiquei um pouco surpresa… Não de ser uma das metas divertidas do cara, mas do fato do livro escolhido, com um tema que muitos não gostam, tenha atraído tanta gente. Eu, que entendo um pouco de Economia, fiquei interessada ao ler a premissa e já baixei o e-book pro kindle, que está disponível no Kindle Unlimited, mesmo a versão da Leya. Vamos ver se o “A Year Of Books” vai funcionar mesmo!

    Ainda discutindo sobre a meta com meu irmão, acho que não foi uma jogada de marketing para o livro. Mas já pensou? Do dia pra noite, um cara que muitos jovens se inspiram, indica seu livro e você vende mais do que um reles escritor semi-conhecido vende na vida? O quanto as editoras poderiam investir e pagar para ter seus livros “indicados”. Acho que deu para entender!

    Beijos, May.

    http://silenciocontagiante.wordpress.com/

    • É verdade! Deve estar chovendo propostas de editoras. Sobre a escolha de Zuckerberg não sei se foi aleatória ou se teve algum tipo de interesse. Vai ver ele viu o vídeo que eu vi também sobre o livro, o escritor “mata a pau”, tudo que ele fala é correto e dá vontade de ler mesmo o livro. Não sei, mas independente da intenção, o importante é que atraia muitos leitores, como seu irmão, e que as pessoas leiam mais, pois a humanidade só evolui mesmo através do conhecimento.

      Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s