“Dublinenses”, quem leu?


No ínicio de outubro escolhemos por votação a obra a ser lida no mês; “Dublinenses, de James Joyce. Já está acabando o prazo, quem quiser já pode ir mandando impressões e resenhas.

james-joyce

James Joyce, escritor irlandês

Quem quiser participar do nosso Clube de Leitura ainda dá tempo. Baixe a obra grátis.

Anúncios

11 Comments »

  1. Todos aqueles anos de serviço para nada. Todo o seu trabalho e dedicação jogados fora! Quando jovem fizera das suas, é claro; gabara-se de ter ideias próprias e nos bares negara aos companheiros a existência de Deus! Mas isso eram águas passadas… ou quase.

    Esse pequeno trecho do conto A pensão, no meu entender, dá boa medida do que seja a corrosão psíquica pela instabilidade causada devido a que a pessoa nunca sabe se faz ou se não faz, se é ou se não é. Quando acorda, a água já transbordou da imensa banheira, e não há mais nada a fazer.

    Bom, o livro que me agrada, dos da lavra deste escritor, é mesmo oRetrato do Artista quando jovem, no qual ele narra algo da infância e a da juventude de Stephen Dedalus.

    Aquele abraço, Fernanda.
    Darlan

  2. Li esse livro por indicação de outro amigo. Sabe aquele seu amigo que é o fera em todos os livros, em especial, em autores Clássicos e fodões? Então…
    Conversando com ele, nunca entendia o por quê dessa fixação com Joyce. Ai ele me sugeriu Dublinenses.
    Achei um livro ok. São diversos contos, mas nenhum me fez ficar mega apaixonada por ele, pela Irlanda e mto menos pelo James Joyce. (desculpa, gente!)
    Talvez o que me falta é encontrar a obra certa. 😉

    parabéns pelo Blog!

  3. Caí aqui justamente por estar terminando os Dublinenses do Joyce. Eu, particularmente, estou enebriado com a qualidade do texto, na tradução de Hamilton Trevisan. Os retratos que toma, as cenas de vida das pessoas comuns, revividas num estilo enxuto que, nesta economia, consegue jogar luzes em tudo. Sentimos os personagens, desfrutamos seus olhares e palavras, sentimos Dublin e seu povo, descritos no coloridos adjetivos fora de lugar de Joyce. Delicioso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s