O absurdo da reprodução irresponsável


A Internet trouxe muitas coisas boas, como a comunicação entre pessoas do mundo todo, a facilidade de pesquisa e a informação em tempo real. Mas também proliferou informações incorretas e duvidosas de gente que não está preocupada em ir nas fontes, documentar- se e só então reproduzir na Internet. Eu já vi vários textos atribuídos a escritores equivocados e a partir de agora vou começar a documentar e reproduzir aqui, serve como puxão de orelha. O site KD Frases é um campeão em fazer esse tipo de coisa, encontre o erro:

frase-nao-sou-feminista-acho-que-a-sociedade-tem-que-crescer-em-conjunto-a-associacao-mulher-e-homem-rachel-de-queiroz-133723

Percebeu? Texto (supostamente) de Rachel de Queiroz com foto de Clarice Lispector.

E o erro vai sendo repassado como certo. Não sei quem copiou de quem, mas o blog Varal do Brasil reproduziu a mesma foto como sendo de Rachel de Queiroz e o mais absurdo é que embaixo a autora do blog coloca uma foto da verdadeira Rachel que é totalmente diferente dessa, nota- se que são pessoas diferentes, veja:

a27374347e2115f0fffff87dffa86321

Rachel parece com Clarice?!

Todos nós erramos, podemos nos enganar, mas um erro tão grosseiro não dá! Essa história lembra- me aquela brincadeira infantil do telefone sem fio, o que chega no final raramente é o que saiu no início. Por isso, amigo leitor, não acredite em tudo o que encontrar na Internet, pois há muito copista sem critério e muita informação errônea.

UPDATE: o texto realmente é de Rachel de Queiroz, na verdade, uma entrevista de 1991.

Anúncios

11 Comments »

  1. Se nem para se posicionar sobre aspectos importantes da nossa sociedades eles verificam as fontes e compram o discurso, quiçá para repassar frases que acharam “épicas”, para usar os jargões deles. Alguns fazem esse tipo de post (como o de seu exemplo) exatamente como crítica (tem um claramente absurdo, com texto falando da internet, atribuído a Machado de Assis…rs… com uma foto de Santos Dumont – ou alguém do gênero, não lembro), o problema é que a ignorância é vasta, as pessoas nem percebem a piada, não verificam nada e ainda acabam associando como “verdadeiro”. É complicado… Boa iniciativa. As postagens serão o “E-Farsas das frases atribuídas” 😉
    Até!

    • Raquel, a princesa Isabel não sei, mas a Rachel disse isso num programa de tv da Cultura, o Roda Viva em 1991:
      “Não sou feminista. Acho que a sociedade tem que crescer em conjunto. A associação mulher e homem é muito boa e acho um grande erro combater o homem. Aquela brincadeira que a gente diz, “que o homem foi feito para servir a mulher”… foi mesm [risos], de forma que nunca fui feminista, sempre discordei das feministas. E como acho que a condição humana é uma condição de sofrimento e de decepção e que a idade só traz amarguras e renúncias e conformismo, então as minhas mulheres, como os meus homens também… Só que me dedico mais a histórias femininas, na verdade, os meus personagens principais são sempre mulheres.”

  2. Vivemos o tempo da preguiça, não de saber quem é ou o que é.
    Outro dia alguém me disse, não se preocupe em pesquisar, ninguém se interessa por saber, apenas por fingir que sabe. Boquiaberta, eu tive vontade de pegar minhas coisas e sair pela primeira porta que encontrasse aberta…

    bacio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s