“Eu me chamo Antônio”, um bom legado de 2013


A internet ajuda a lançar nomes na música e também na literatura. Surgiu em 2013 uma maneira criativa e inusitada de se fazer versos desenhados em guardanapos. “Antônio”, nome fictício de Pedro Gabriel (1982), nascido na África e radicado no Brasil desde os 12 anos é o responsável por essa revolução literária na internet. Quem já não viu um guardanapo de “Antônio”?  Pedro é assíduo frequentador do bar Lamas no Rio de Janeiro e começou a desenhar em guardanapos apoiado no balção e acompanhado de um chope. Seus versos desenhados têm sacadas, jogos de palavras com muito sentimento, que conquistaram o coração des milhares de seguidores na internet.

foto-autorPedro Gabriel

O criativo trabalho de Pedro Gabriel virou livro publicado pela Intrínseca. O autor é publicitário, quem sabe tal faceta o ajudou a divulgar os seus guardanapos, já que a figura de Antônio, misterioso, solitário e apaixonado, despertou a curiosidade de muita gente. Alguns poemas visuais do artista:

310883_506464492751141_247711690_n

eu-me-chamo-antonio4-cabide-colorido-2013-703x703

images

large

tumblr_meeklwlLGM1rid4sdo1_1280