Hoje é um bom dia para ler…

…”Spilt Milk”! Isso mesmo, “Leite derramado”, de Chico Buarque. Aqui é assim, a gente não tem cão, caça com gato mesmo, já que livros em português na Espanha estão cada vez mais escassos. Nada como ler no original, acho que todo mundo concorda com isso, o sabor é mais intenso e saboroso, mas aqui a realidade é essa. Andando pela Fnac em Madri encontrei esse livro do Chico em inglês, trouxe comigo, assim pratico a leitura em inglês, que também estou precisando. A Fnac espanhola completa 20 anos e eles estão presenteando os sócios (quer dizer, a gente paga só … Continuar lendo Hoje é um bom dia para ler…

A grande Hilda Hilst

Andei lendo essa grande escritora brasileira e acabei fascinada. Coisa linda a escritura dessa mulher. Hilda Hilst era uma mulher à frente do seu tempo, transgressora, inovadora, corajosa, uma mulher admirável. Quebrar regras moralistas na conservadora sociedade brasileira não é fácil. Descendente de portugueses por parte de mãe e de germano- franceses por parte de pai, filha única de um fazendeiro, ela foi uma das representantes mais importantes da literatura brasileira do século XX, uma Guimarães Rosa de saia. Hilda Hilst, Jaú, 21 de abril de 1930 — Campinas, 4 de fevereiro de 2004 “Aflição de ser eu e não ser outra. Aflição de não ser, amor, aquela Que muitas … Continuar lendo A grande Hilda Hilst

23 de abril: Dia Mundial do Livro

Hoje é um dia delicioso para os amantes dos livros. Há muitos eventos literários espalhados pelo mundo, é um bom dia para comprar livros, já que a maioria das livrarias fazem descontos e na Espanha, país onde moro, há comemorações muito especiais: na Catalunha a tradição é presentear livros e rosas. Em Madri há a leitura ininterrupta do livro mais famoso da língua espanhola, “Dom Quixote”, de Cervantes. O mesmo acontece em outros países de língua espanhola. A data de hoje foi escolhida pela UNESCO por causa do falecimento de dois dos mais importantes escritores mundiais: Miguel de Cervantes e … Continuar lendo 23 de abril: Dia Mundial do Livro

“Dias de Leitura”, de Marcel Proust

Um livro que não vem para modificar não faz sentido. Alguns livros mudaram o mundo, nos desmascararam, nos colocaram um espelho diante dos nossos olhos; há livros que inspiram coisas boas e más, guerra e paz, amores e suicídios, há … Continuar lendo “Dias de Leitura”, de Marcel Proust

Literatura infantil grátis para baixar

E nesse Dia Nacional do Livro Infantil, que tal você ler alguma história com seu(sua) filho(a)? O site do governo brasileiro Domínio Público disponibiliza obras que já perderam direitos autorais ou que foram cedidas pelos próprios autores, portanto, podemos baixá- las sem temor, não é ilegal. Aqui nesse link você vai encontrar 22 livros de literatura infantil, é só escolher a opção “literatura infantil” e “português”. E no site da Biblioteca de São Paulo, você vai achar mais 20 títulos disponíveis. Aproveita! Continuar lendo Literatura infantil grátis para baixar

18 de abril: Dia Nacional do Livro Infantil

Hoje comemora- se o Dia Nacional do Livro Infantil no Brasil por causa do escritor Monteiro Lobato, que nasceu no dia 18 de abril de 1882, em Taubaté, interior de São Paulo e faleceu no dia 4 de julho de 1948. A obra infantil de Lobato começou a ser questionada pelo seu teor racista, onde ele compara a tia Anastácia (que é afro- descendente) com uma  “macaca” em “As caçadas de Pedrinho” (1933), mas não só: foram descobertas 20 cartas de conteúdo fortíssimo e chocante, cartas trocadas com outros escritores, que mostram a afinidade que os escritores tinham com as ideias nazistas e com … Continuar lendo 18 de abril: Dia Nacional do Livro Infantil

Canecas literárias

Eu adoro tudo relacionado com o mundo da literatura, além dos livros, nossas estrelas maiores, gosto também de camisetas com frases, marcadores de páginas legais, agendas literárias e canecas com frases, como essa aqui do Saramago, que já quebrou….mimimi!  Hoje comprei duas canecas no Museo Reina Sofia, em Madri. Uma delas é a reprodução da famosa obra de Salvador Dalí, “Muchacha en la ventana” (“Mulher na janela”), de 1925, que você pode até pensar, “Ué, mas que isso tem a ver com literatura?!”. Para mim, arte é poema visual. A moça na janela é a irmã de Dalí, Ana María, … Continuar lendo Canecas literárias