Falece na Espanha o poeta Lêdo Ivo


Esse é o tipo de post que não gostaria de escrever. Faleceu nessa madrugada em Sevilha (Espanha), o poeta brasileiro Lêdo Ivo (Alagoas, Maceió, 18 de fevereiro de 1924- Sevilha, Espanha, 23 de dezembro de 2012). Ele começou a passar mal depois do almoço de ontem, foi levado para o hospital, mas não resistiu, provavelmente de um enfarte.

IMG_1623

Minha filha, o grande poeta e eu. Um dia emocionante, que nos deixou lindas lembranças. 

Estive com ele no ano passado, na apresentação do seu livro “Calima”, onde tive a honra de conversar com o poeta que é membro da Academia Brasileira de Letras. Muito gentil, carinhoso, disse que a minha filha parecia uma “pintura de Velásquez”, frase que jamais irei esquecer.

O coração pregou- lhe uma peça. Ele que também falou da fugacidade das coisas no seu livro “Calima”:

Coração presunçoso

De nada adianta

negar a verdade.

Não temos passagem

para a eternidade

 

O mormaço avança

e envolve a cidade.

Tudo é provisório.

Nada é realidade. (…)

Descanse em paz, mestre! Já estamos sentindo saudades…