Ganhador do Prêmio Nobel de Literatura 2011: Tomas Tranströmer


Esperei ansiosamente o anúncio do ganhador do Nobel de Literatura 2011,  hoje ao meio- dia (07:00- hora brasileira), pois Ferreira Gullar estava no páreo, mas com poucas possibilidades, porque o favorito era o cantor americano Bob Dylan. Num clima de tristeza escrevo esse post,  dia cinza,  dia em que faleceu Steve Jobs, o revolucionário que criou a Apple ( sou fã de carteirinha). Bem que podia ter sido Gullar pra quebrar o jejum brasileiro e dar uma animada, mas foi o poeta Tomas Tranströmer o ganhador do Prêmio Nobel de Literatura 2011 e Dylan também ficou a ver navios.

Eu já falei sobre Gullar aqui no blog, sobre um livro de contos, “Cidades inventadas”, que nem gostei tanto, o forte dele mesmo é a poesia. Também falei sobre o poema mítico “Poema sujo”, um dos mais conhecidos de Ferreira Gullar; e ainda sobre o belo poema- homenagem que Gullar escreveu no dia da morte da sua amiga Clarice Lispector.

Tomas Tranströmer é um psicólogo e poeta sueco, que anda mal de saúde aos 80 anos, ele sofreu um AVC em 1990 e ficou com sequelas, não pode falar e ficou com o lado direito do corpo paralisado, mas ele fala através da sua poesia.

Acho que vamos ter que esperar (muito) o nosso Nobel de Literatura.

Anúncios