Aznar perdeu a compostura


Se os políticos de um país representam o seu povo, então…

Esse episódio de falta de educação e agressividade aconteceu na Universidade de Oviedo, quando o ex- presidente da Espanha foi dar uma conferência, onde colocou o atual presidente como um “pirômano que está incediando o país”. Alguns estudantes interromperam a conferência aos gritos de “assassino, terrorista”, fazendo alusão à guerra do Iraque. E na saída, não ocorreu nada melhor ao ex- presidente estirar seu dedo com um sorriso de raiva (in)contida, como um menino brigando no pátio da escola.

As universidades devem ser espaços de livre pensamento e da democracia, portanto o ex- presidente deveria ter sido respeitado, os os estudantes deveriam ter rebatido Aznar com ideias e argumentos, e não com gritos e xingamentos.  Mas pior que isso foi a atitude de Aznar, vulgar, grosseira, mal educada. Um homem com sua trajetória política, ex- presidente de um país importante na Europa, fazer esse gesto…

Creio que a crise financeira e política na Espanha está fazendo com que caiam as máscaras e junto com elas, a hipocrisia (e a compostura). A leitura desse gesto vai além do próprio insulto. A agressão surge quando os argumentos falham, quando a palavra já não é suficientemente forte para convencer. Essa agressão do presidente espanhol é um tapa na cara dos espanhóis que se viram reflexados nele: “somos assim intolerantes?”. A cara de satisfação do presidente é mais obscena que o próprio gesto. Usando contra ele mesmo a sua frase mais conhecida: “A Espanha vai bem”, bem mal…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s