José Saramago: “A viagem do elefante”


“O Nobel é uma invençao diabólica”

José Saramago, lisboeta que vive na Espanha, na ilha de Lanzarote, casado com a jornalista espanhola Pilar del Río, está para lançar a sua nova novela “A viagem do elefante”.

Na revista portuguesa “Ler” desse mês existe uma interessante entrevista com o autor de “O evangelho segundo Jesus Cristo”, um romance que trata da vida de Jesus durante o período em que os apóstolos não contaram, durante a infância e juventude de Cristo; também autor do “Ensaio sobre a cegueira”, ambientado num país imaginário, onde acontece uma inusitada epidemia de cegueira. Só uma pessoa não é atingida pela estranha doença e pode ver o ser humano totalmente vulnerável.

Seu último livro “As pequenas memórias, retrata tal como se lembra da sua infância humilde em Lisboa e do convivío com seus avós durante o período de suas férias na aldeia de Azinhaga (Ribatejo), onde nasceu e pouco viveu, pois mudou- se com seus pais à Lisboa com dois anos de idade.

Saramago acredita que só com a sua morte, outro autor de língua portuguesa poderá ganhar outra vez o Nobel de Literatura conquistado por ele em 1998.

Saramago nasceu no dia 16 de novembro de 1922, com 86 anos e alguns problemas de saúde, continua a escrever e a causar expectativas a cada livro lançado. O editorial Caminho tem os direitos de publicação do autor e no site da editora portuguesa é possível comprar toda a obra de José Saramago.

Anúncios