A transformação dos pronomes o(s)/a(s) em lo(s)/la(s)


Os verbos terminados em -r, como amar, o pronome adequado a ser utilizado seria o lo (amá-lo, amá-las, é um exemplo,) com supressão do -r.

Nos verbos conjugados acabados em s, como amas, fica também lo (tu ama-lo, nós amamolo, tu fazela), igualmente sem o -s.

Se a forma verbal tem z no fim, este desaparece e utiliza-se à mesma lo (trá-lo). O que se passou realmente foi a transformação de lo em o, e não o contrário, dado que as formas mais antigas são lo, la, los, las, que transformaram- se em o, os, a, as, devido ao fenómeno fonético da assimilação: trá-la vem de traz-la, com passagem de z a l, que caiu posteriormente, tal como sucedeu com os de fazes (fazes-la/ faze-la).

Anúncios