Bem- vindos!


Abaixo, o poema do brasileiro Olavo Bilac intitulado “Língua Portuguesa”, dele surgiu o endereço do blog:

Última flor do Lácio, inculta e bela,
És, a um tempo, esplendor e sepultura:
Ouro nativo, que na ganga impura
A bruta mina entre os cascalhos vela…

Amo-te assim, desconhecida e obscura,
Tuba de alto clangor, lira singela,
Que tens o trom e o silvo da procela
E o arrolo da saudade e da ternura!

Amo o teu viço agreste e o teu aroma
De virgens selvas e de oceano largo!
Amo-te, ó rude e doloroso idioma,

Em que da voz materna ouvi: “meu filho!”
E em que Camões chorou, no exílio amargo,
O gênio sem ventura e o amor sem brilho!

O latim surgiu na região de Lácio, no centro da Itália Antiga e o português nasceu da evolução do latim vulgar e firmou- se em Portugal com a dinastia de Avis (1385), tornando- se a língua oficial do reino.

No século V surgiu a palavra “Portucale”, designando dois burgos: Portu (atual Porto) e Cale (atual Vila Nova de Gaia). (fonte: “O guia dos curiosos”, Marcelo Duarte)

Atualmente, sao quase 200 milhões de falantes da língua portuguesa e 80% delas (160 milhões) localizadas no Brasil. Além de brasileiros e portugueses, falam português diariamente como língua materna ou oficial: angolanos, moçambicanos, caboverdianos, guineanos, santomenses (África); timorenses e goeses (Ásia), países tão desconhecidos como belos.

Que tal umas férias em Goa, a “Índia portuguesa”? Alguém gostava de acompanhar- me no próximo verão?!

Praia de Querim, Goa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s